Abertura de comportas de represa em Carmo eleva nível do Paraíba em Campos

Reservatório da Ilha dos Pombos aumenta vazão e provoca elevação do leito do rio em Itaocara, São Fidélis e Campos; Defesa Civil descarta risco por enquanto

Por O Dia

O Rio Paraíba do Sul é vital para a sobrevivência de Campos, e neste século já sofreu com o maior desastre ambiental de sua história na região
O Rio Paraíba do Sul é vital para a sobrevivência de Campos, e neste século já sofreu com o maior desastre ambiental de sua história na região -
Campos — Quem atravessa as cinco pontes que conectam Guarus à região central de Campos já percebe os efeitos do período de fortes chuvas no rio Paraíba do Sul. Apenas nas últimas 24 horas, o nível do rio saltou 1,60m, atingindo 7,07m no total. A cota de transbordo é de 10,60m e, portanto, ainda não há risco de inundação da cidade, segundo o major Edson Pessanha, coordenador da Defesa Civil Municipal.
O aumento no volume do Paraíba das últimas horas é consequência imediata da abertura das comportas da represa da Ilha dos Pombos, em Carmo, para uma vazão de 578m3/s. Isso eleva os níveis do rio em Itaocara, São Fidélis e em Campos.
Em Itaocara, no Noroeste Fluminense, o rio se elevou em 10 cm, ficando em 3,51m; e em São Fidélis bateu a marca dos 2,40m.
Nesta sexta, há previsão de 10 milímetros de chuva para Campos, que pode se estender pelo fim de semana. No sábado, a precipitação pode chegar a 15 milímetros, e no domingo, a 5 milímetros.
A Defesa Civil e o Grupo da Emergência em Alagamento continuam em estágio de atenção. A população pode entrar em contato através Coordenadoria de Defesa Civil nos números 199 ou 981.752.512.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários