Secretário de Educação visita escola invadida e acompanha descarte de merenda envenenada

Brand Arenari e agentes da Vigilância Sanitária vistoriaram trabalho de limpeza geral da E.M. Luiz Sobral

Por O Dia

O secretário de Educação de Campos, Brand Arenari (de camisa azul), vistoria a cisterna da escola municipal Luiz Sobral, onde houve suspeita de envenenamento de merenda escolar
O secretário de Educação de Campos, Brand Arenari (de camisa azul), vistoria a cisterna da escola municipal Luiz Sobral, onde houve suspeita de envenenamento de merenda escolar -
Campos — O secretário de Educação de Campos, Brand Arenari, vistoriou hoje a escola municipal Luiz Sobral, onde há a suspeita de envenenamento da merenda depois de um arrombamento. Na unidade, funcionários fazem descarte de alimentos, esvaziamento de caixa d’água e de cisterna, além de limpeza geral, em especial, da cozinha e da despensa. As aulas foram suspensas e só voltam depois do carnaval.
“Foi uma atitude criminosa, que poderia ter consequências gravíssimas se os nossos profissionais não tivessem agido rapidamente, tanto ao verificar a anormalidade dos alimentos, quanto para liberar os alunos antes que qualquer um deles pudesse ter contato com esse produto, que pode ser veneno”, destacou Arenari.
O secretário estava acompanhado dos agentes da Vigilância Sanitária Aline Rodrigues e Renan Ribeiro, que disseram que as medidas adotadas pela equipe da escola foram corretas.
“De nossa parte, estamos fazendo tudo que está ao nosso alcance. Esperamos que a polícia possa descobrir e prender, o mais rápido possível, o autor desse atentado”, cobrou Arenari.
Na mesma madrugada em que a Luiz Sobral foi invadida, outras quatro unidades da rede municipal foram arrombadas: creche Orla 1, E.M. Olga Linhares Corrêa, E.M. Lions Goytacá e E.M. Pequeno Jornaleiro. Dessas, apenas a última, única que não fica na região de Guarus, teve notebooks furtados. Nas demais, houve, no máximo, subtração de merenda. Todas registraram as ocorrências nas delegacias e estão com seu funcionamento normalizado.
As unidades possuíam vigias, que abandonaram seus postos na ocasião. A Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte já designou outros profissionais para as escolas, pediu reforço da guarda municipal e da Polícia Militar no patrulhamento da região.
A escola conta, atualmente, com 784 alunos matriculados, da Educação Infantil ao segundo segmento de Ensino Fundamental, incluindo a Educação de Jovens e Adultos (EJA).
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

O secretário de Educação de Campos, Brand Arenari (de camisa azul), vistoria a cisterna da escola municipal Luiz Sobral, onde houve suspeita de envenenamento de merenda escolar Divulgação prefeitura de Campos
O secretário de Educação de Campos, Brand Arenari, visita a despensa da escola municipal Luiz Sobral, onde houve suspeita de envenenamento de merenda escolar Divulgação prefeitura de Campos

Comentários