Vídeo: Operação "Vera Cruz" prende 37 integrantes do tráfico em Campos

PM, PRF, Civil e Ministério Público participam da ação iniciada nesta manhã.

Por Bertha Muniz

Os suspeitos foram levados para a 146ª Delegacia de Polícia Civil, em Guarus.
Os suspeitos foram levados para a 146ª Delegacia de Polícia Civil, em Guarus. -
 
CAMPOS - O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPRJ), com apoio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ), em parceria com a Polícia Civil, realiza nesta quarta-feira (7) a operação “Vera Cruz” para cumprir 48 mandados de prisão temporária contra integrantes de uma organização criminosa voltada para o tráfico de drogas na região de Guarus, em Campos dos Goytacazes.
Além dos mandados de prisão, serão cumpridos 38 mandados de busca e apreensão em endereços ligados aos traficantes. Foram mobilizados cerca de 200 agentes da Polícia Civil em todo o estado para atuar na operação.  De acordo com as primeiras informações, 37 pessoas foram presas na ação policial. As polícias também recolheram 45 quilos de drogas, como maconha e cocaína. 
Os suspeitos foram levados para a 146ª Delegacia de Polícia Civil (146ª DP), em Guarus. Além das Polícias Civil e Militar, também participam da operação agentes da Polícia Rodoviária Federal. Houve ações ainda nos distritos de Travessão e Morro do Coco.
A operação “Vera Cruz” conta com apoio de dez delegacias policiais fluminenses. “A delegacia iniciou a operação Vera Cruz focou, em princípio, atingir a cúpula do narcotráfico no bairro Santa Helena, localidades da Matinha, Casinhas e adjacências. Temos a cumprir 41 mandados de prisão e 35 mandados de busca e apreensão. As diligências estão muito exitosas, com apreensões iniciais em torno de 50 quilos de drogas”, disse o delegado da 146ª DP, Pedro Emílio Braga, em entrevista concedida à imprensa no início da manhã.

Ainda de acordo com o delegado da 146ª DP é fundamental o apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE), do Gaeco e de outros equipamentos policiais do Rio de Janeiro, como PRF, PM e Guarda Civil Municipal.

“Nos últimos quatro meses, conseguimos mapear todo o tecido organizacional da facção criminosa, identificando a cúpula e as funções de cada um dos integrantes. Isto fez com que fosse gerados os 41 mandados de prisão. Até o fim do dia, pretendemos cumprir os mandados de prisão, apreender drogas, utilizando inclusive cães farejadores. É uma operação extremamente importante para desarticular o comércio ilegal de drogas”, concluiu Braga.

Galeria de Fotos

Os suspeitos foram levados para a 146ª Delegacia de Polícia Civil, em Guarus. Divulgação/Polícia Civil
Os suspeitos foram levados para a 146ª Delegacia de Polícia Civil, em Guarus. Divulgação/PM

Comentários