É tempo de futebol

Esporte preferido dos brasileiros pode sempre ser vivido como um espaço para encontros, laços de solidariedade e de admiração pelas virtudes do outro

Por Padre Omar

Rio - Nesta semana começa a Copa do Mundo, um período que nós brasileiros gostamos muito. É hora de tirar a camisa verde e amarela do armário e torcer por um Brasil melhor, mesmo que em campo. Um aspecto importante que o futebol traz é a sua proposta original de reunir as pessoas. Também esta é a proposta da Copa do Mundo: integrar todos os povos.

Em nosso país, durante o Mundial, é uma das poucas ocasiões em que as pessoas se sentem pertencentes a um povo, com uma identidade clara e orgulho do país. Todos temos o mesmo objetivo: torcer por nossa Seleção!

O Papa Francisco, conhecido amante do esporte, costuma fazer analogias da fé cristã e a postura humana com o esporte bretão.

Ele diz que para resolver os problemas da vida é preciso encarar a realidade prontos, como o goleiro de um time de futebol, ao impedir a entrada da bola de onde quer que ela chegue.

O futebol, como os demais esportes, é imagem da vida e da sociedade. No campo, os jogadores precisam uns dos outros. Cada jogador coloca o seu profissionalismo e habilidade em prol de um ideal comum: jogar bem para ganhar.

Para atingir esta meta, é preciso de muito treino e esforço para fortalecer o espírito da equipe e criar a conexão.

Além disso, o futebol pode sempre ser vivido como um espaço para encontros, laços de solidariedade e de admiração pelas virtudes do outro.

A honestidade e o respeito pelo corpo, virtudes sem dúvida indispensáveis a todo bom atleta, contribuem para a edificação de uma sociedade civil, onde o antagonismo é substituído pela competição, onde ao confronto se prefere o encontro leal.

Vamos viver em paz esses momentos de alegria que o futebol mundial nos proporciona!

Que vença o melhor, e que seja o Brasil!!!!

Comentários