Purificar o coração

O Evangelho de hoje nos mostra um exemplo: a Parábola do Semeador

Por Padre Omar

Jesus falava em linguagem simples, com exemplos da vida diária, a fim de ser compreendido facilmente por todos. Por isso, apreciavam a sua mensagem, que ia diretamente ao coração. Com essa linguagem, Jesus fazia compreender o mistério do Reino de Deus. O Evangelho de hoje nos mostra um exemplo: a Parábola do Semeador.

O semeador é Jesus. Com essa imagem, Ele se apresenta como alguém que não se impõe, mas se propõe; não nos atrai nos conquistando, mas é se doando que Ele lança a semente. Ele espalha com paciência e generosidade a Palavra, como uma semente que pode dar frutos se a acolhermos.

A parábola diz respeito a nós: ela fala mais do terreno que do semeador. Jesus faz uma análise do nosso coração, que é o terreno sobre o qual a semente da Palavra cai. O nosso coração, como um terreno, pode ser bom e então a Palavra dá fruto. Mas também pode ser duro, impermeável.

Jesus nos convida a olhar para dentro de nós. O nosso coração está aberto para acolher com fé a semente da Palavra de Deus? Devemos nos questionar se os nossos pedregulhos do medo ainda são muitos e grandes. Encontremos a coragem para limpar o terreno, fazer uma boa limpeza do nosso coração, levando ao Senhor na oração as nossas pedrinhas e as nossas sarças. Fazendo assim, Jesus será feliz de realizar mais um trabalho: purificar o nosso coração.

Comentários