Setor discute novas tecnologias e impacto do marco regulatório nos títulos de Capitalização

São Paulo sediou evento que abordou as tendências do mercado para os próximos anos. No Rio, FenaCap discutiu perspectivas de Instrumento de Garantia

Por Herculano Barreto Filho

Liberty Seguros sediou evento em São Paulo
Liberty Seguros sediou evento em São Paulo -

Rio - O papel das novas tecnologias e as novas tendências estão pautando discussões em eventos do setor de seguros no eixo Rio-São Paulo. A Liberty Seguros fez um mapeamento das mudanças que vão ter impacto no segmento nos próximos anos. Elaborado em parceria com a Inova Consulting, o relatório sobre essas tendências do mercado foi divulgado na semana passada em um encontro que contou com a participação de mais de cem corretores em São Paulo. Destaque para o Seguro de Vida, que deve crescer com o envelhecimento da população nos próximos anos.

O novo marco regulatório de Capitalização também vai promover uma mudança de perfil no segmento, abrindo uma nova perspectiva para a modalidade Instrumento de Garantia. O assunto pautou um evento promovido pela Federação Nacional de Capitalização (FenaCap), que ocorreu na última segunda-feira. Durante a 9ª edição do Trilhas FenaCap, Rafael Jordão, gerente de Negócios Varejo da Brasilcap (empresa de capitalização da BB Seguros), apresentou o case 'Garantias de Locações Corporativas', que trata da venda do Cap Fiador para grandes empresas.

GARANTIA LOCATÍCIA

O novo marco regulatório abriu outras perspectivas para o segmento. Apólices de garantia para empréstimos, financiamentos, grandes obras e contratos empresariais ganham espaço. Mas a garantia locatícia dá fôlego ao mercado imobiliário, criando espaço para um tipo de produto que deve crescer nos próximos meses.

Nesse tipo de apólice, o inquilino ainda resgata 100% do valor aplicado no término do prazo de locação. Marcelo Oliveira, diretor da Icatu Capitalização, aposta no crescimento de um produto ainda desconhecido por grande parte da população. "A tendência é que o seguro fiança naturalmente acabe sendo substituído", projeta.

Comentários