Educação estadual chama mais 68 professores aprovados em concurso de 2014

Por PALOMA SAVEDRA

Rede estadual de Educação terá reforço de professores; atualmente, há 1.249 escolas em 92 municípios
Rede estadual de Educação terá reforço de professores; atualmente, há 1.249 escolas em 92 municípios -

Os professores que fizeram concurso em 2014 para a rede estadual de Educação e esperam ser nomeados devem ficar atentos. O Estado do Rio vai chamar, nos próximos dias, 68 profissionais para exame médico. Cumprido o procedimento, os educadores serão empossados no cargo, garantiu à Coluna o secretário da pasta, Wagner Victer. Ele também não descartou outras contratações de aprovados em seleções até o fim do ano.

Com mais essa leva de chamada dos 68 professores, a Secretaria de Educação soma, ao longo desse ano, o reforço de mais de 800 educadores para o ensino público. No início de 2018, 300 candidatos foram convocados para o exame admissional. Depois, em julho, foi a vez de mais 103 concursados; e no mês de setembro, mais 362.

Victer afirmou que os chamamentos atendem a demandas específicas por regiões e disciplinas. "Todas são para atender a necessidades das escolas que identificamos por estudos que estamos sempre fazendo", disse.

Perguntado se as contratações têm aval do Conselho de Supervisão do Regime de Recuperação Fiscal (RRF) do Rio, o secretário disse que todas seguem os requisitos do acordo feito entre o estado e a União.

Victer afirmou que as chamadas são para repor cargos vagos por aposentadorias (que ocorreram a partir da adesão do Rio ao regime, em 2017). Ele defendeu ainda que a pasta terá como absorver o impacto financeiro.

Cargas horárias

Desses 68 educadores aprovados em concurso de 2014, 58 se inscreveram para a carga de 16 horas e mais dez para 30 horas. Victer disse que para bancar a inclusão de mais servidores na pasta serão usadas verbas destinadas à Secretaria de Educação, além do Fundeb. "É viável e tudo está dentro dos programas de gestão que fazemos dos nossos recursos, como o fundo", afirmou.

Promoção por qualificação acadêmica

Além dessas contratações, a Educação promoveu por qualificação, em 10 de outubro, 697 professores. E, em junho, 12.820 educadores da rede também tiveram o enquadramento por formação. A concessão das promoções se deu por pedidos dos próprios profissionais, sendo que alguns deles estavam represados desde 2013. A ideia, segundo Victer, é zerar essas solicitações até dezembro.

Reposição em outras áreas

As contratações e promoções por qualificação acadêmica pela Secretaria de Educação, mesmo durante a recuperação fiscal, sinalizam que outras pastas poderão adotar essas medidas. O acordo fiscal permite a chamada de concursados na Saúde, Segurança e Educação para reposição de vacâncias por aposentadoria e morte, desde setembro de 2017.

 

Comentários

Últimas de Servidor