Educação estadual paga quinquênio a mais de 9 mil professores

Adicional por tempo de serviço estava congelado desde maio de 2017, e pasta quitará valores atrasados

Por PALOMA SAVEDRA

Rio - A Secretaria Estadual de Educação vai pagar, até o fim de 2018, o quinquênio - adicional por tempo de serviço - a 9.220 professores e servidores que estão aguardando pelo depósito. O pagamento estava congelado desde maio de 2017 devido à crise do Rio. E, segundo o secretário da pasta, Wagner Victer, será quitado todo o valor retroativo a esse período.

“Todos os profissionais, como professores e outros servidores, que tiveram direito a usufruir do quinquênio receberão o pagamento. Vamos quitar tudo este ano, e (o depósito) poderá vir junto com o salário (de novembro ou dezembro) ou em folha suplementar”, declarou Victer à Coluna.

O quinquênio está previsto no plano de carreira dos profissionais da Educação. Em média, o percentual de aumento será de 12%. Com isso, a secretaria vai zerar a dívida referente ao benefício - segundo prometeu o secretário.

Victer afirmou ainda que o impacto financeiro com o aumento na folha salarial será absorvido pelo orçamento da Educação, e com a gestão de recursos próprios, como do Fundeb.

Últimas de Servidor

Veja mais notícias