Recenseamento do Estado do Rio começa no dia 11 para nascidos em março

Por O Dia

Agência Bradesco
Agência Bradesco -

O feriado de Carnaval deu uma pausa nos compromissos de servidores ativos, aposentados e pensionistas do Estado do Rio de Janeiro. Mas passado o período, o funcionalismo estadual deve ficar atento aos prazos para o recenseamento nas agências do Bradesco em todo o país. A partir do próximo dia 11, todos aqueles nascidos em março devem comparecer às unidades bancárias e realizar o procedimento, que é obrigatório.

O recadastramento é uma das medidas previstas no Plano de Recuperação Fiscal do Rio — acordo assinado com a União em setembro de 2017 — e tem como principais objetivos a atualização da folha salarial, e o combate a fraudes. Com isso, o governo cria mecanismos para evitar pagamentos indevidos de salários, aposentadorias e pensões.

O procedimento alcança todos os 455.570 funcionários ativos, inativos e pensionistas, incluindo cargos comissionados, contratos temporários, trabalhadores de empresas, de autarquias e órgãos da Administração Indireta.

Atenção à documentação

Para realizar o procedimento, os servidores ativos devem apresentar os seguintes documentos (original ou cópia autenticada): identidade; CPF (ou outro documento oficial que contenha a informação); comprovante de residência em nome próprio recente nos três últimos meses (como contas de luz, água e telefone); PIS/Pasep (ou documento contendo a informação); Título de Eleitor, ou e-Título, ou Comprovante de votação de 2018, ou Comprovante de quitação eleitoral; Carteira de Trabalho e Previdência Social — obrigatória para os empregados públicos.

Para os aposentados, é exigida a seguinte documentação (tendo que ser original ou uma cópia autenticada): identidade; CPF ou documento oficial contendo a informação; comprovante de residência em nome próprio recente nos três últimos meses; PIS/Pasep ou documento contendo a informação; Título de Eleitor, ou e-Título, ou comprovante de votação de 2018, ou comprovante de quitação eleitoral.

Os pensionistas têm que levar os seguintes documentos (original ou cópia autenticada): identidade; CPF (ou documento de identificação oficial com foto contendo a informação); comprovante de residência em nome próprio recente nos três últimos meses — os adolescentes que não possuírem em seu nome deverão apresentar declaração assinada pelo titular do endereço onde residem —; Título de Eleitor (ou e-Título ou Comprovante de votação de 2018 ou Comprovante de quitação eleitoral); Certidão de Nascimento para os menores que não possuírem RG ou documento oficial equivalente.

Corte de salário

Quem não fizer o recenseamento obrigatório terá o pagamento de salário suspenso. E o número de pessoas que não realizaram o procedimento no prazo cresceu: 26.885 servidores ativos, aposentados e pensionistas deveriam ter comparecido a uma agência Bradesco, mas não foram. Os atrasados — nascidos em novembro, dezembro e janeiro — terão 7 de março como prazo final para fazer a atualização cadastral.

Comentários