Mais Lidas

Servidor municipal: carteira virtual de plano de saúde estará liberada a partir de 1º de maio

Por PALOMA SAVEDRA

-

A partir de quarta-feira, 1º de maio, e até o próximo dia 31, os servidores da Prefeitura do Rio de Janeiro terão acesso à carteira virtual do plano de saúde da Assim. Os funcionários ativos, aposentados e pensionistas deverão entrar na página da operadora na internet (www.assim.com.br). E a partir de 13 de maio, começará a entrega das carteirinhas físicas nos mesmos postos onde foram feitos os pedidos de adesão ou manutenção no plano.

Este ano, foram 2.746 novas adesões de titulares (servidores da ativa, inativos e pensionistas que não tinham plano) e houve ainda 522 cancelamentos — ou por desistências ou porque alguns funcionários saíram da prefeitura ou da folha de pagamento, como devido à licença.

Foram 23.196 movimentações ocorridas no período, entre adesão, inclusão de dependente, upgrade, downgrade ou cancelamento. Desse total, 9.132 foram referentes a titulares e 14.064 a dependentes.

Desconto mensal

O desconto mensal para obter o plano básico é de 2% (sobre sua remuneração do servidor municipal), com direito a consultas, exames e internações além de cobertura odontológica. O convênio também prevê co-participação, de acordo com tabela com limite de preços máximos, para quem não usar a rede própria da operadora, salvo nos casos de urgência ou emergência.

Endereços

Quando iniciar o prazo de entrega das carteiras físicas, os contratantes do plano devem checar os endereços dos postos da Assim. As unidades ficam na Av. das Américas 5.777, Barra; Av. Presidente Vargas 914; R. Dagmar da Fonseca 54, Madureira; R. Marechal Floriano 939, Caxias; R. Visconde de Sepetiba 935, Niterói; Av. Governador Portela 1200, N. Iguaçu; Av. Cesário de Melo 2.855, Campo Grande.

Fora da cobertura

Aposentados e pensionistas do Município do Rio que decidiram aderir ao plano ou mantê-lo têm que ficar atentos: a cobertura do serviço de saúde só é mantida se a pessoa estiver em dia com a prova de vida. Quem não se recadastrar no período determinado, de acordo com o seu final de matrícula, fica temporariamente fora da folha de pagamento, até que faça o procedimento.

Restabelecimento

O Instituto de Previdência e Assistência do Município do Rio de Janeiro (Previ-Rio) explica que, como o plano de saúde do servidor municipal é pré-pago, ao sair da folha, o usuário também é retirado temporariamente do plano. E o restabelecimento da validade do convênio não é automático junto com a entrada novamente em folha.

Reativação do plano

Para reativar o plano, não basta se recadastrar no Santander. O inativo ou pensionista também tem que ir a alguma unidade da Assim, ou no posto de atendimento do plano, no Bloco 1 da prefeitura, na Cidade Nova, e solicitar a reinclusão. No caso de usuário de planos superiores; dependentes ou estranhos aos quadros será preciso efetuar o pagamento da parcela faltante.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários