Comissão de Servidores fará audiência para discutir criação do 'Disque-assédio'

Proposta é oferecer um canal para apurar denúncias de coação moral, assédios sexual e moral e outras; depois de criado, projeto de resolução será levado ao plenário

Por O Dia

Assembleia Legislativa do Rio
Assembleia Legislativa do Rio -
A Comissão de Servidores da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) fará audiência pública às 10h30 desta quinta-feira para discutir a criação de um 'Disque-assédio' para funcionários públicos estaduais. A intenção é que esse canal seja gratuito e proteja o sigilo dos servidores que vierem a fazer denúncias. 

Presidente da comissão, o deputado Bruno Dauaire (PSC) explicou que o canal será um meio para a apuração de casos de coação moral, assédios sexual, moral e psicológico ou discriminação racial e de gênero em órgãos do Estado do Rio. 

"Queremos criar uma ponte entre a categoria e a Alerj. Esperemos que, protegidos pelo sigilo, os servidores possam fornecer à comissão informações que facilitem nossa fiscalização e até mesmo a necessidade de elaboração de leis que atendam os servidores", afirmou Dauaire.
Integrantes do colegiado querem que o atendimento seja feito por um número 0800 e também via WhatsApp. Depois de criada, a proposta será submetida à votação no plenário.
Entidades presentes

A reunião será na sala 316 do Palácio Tiradentes. Representantes de entidades e associações das categorias estarão presentes e darão sugestões na elaboração do projeto de resolução que viabilizará o canal.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários