Paralisação em 18 de março ganha mais apoio de categorias do serviço público federal

Setor está construindo um Dia Nacional de Luta em Defesa do Serviço Público

Por PALOMA SAVEDRA

Reunião do Fonacate ocorreu nesta terça-feira, 14 de janeiro
Reunião do Fonacate ocorreu nesta terça-feira, 14 de janeiro -
A construção de um Dia Nacional de Luta em Defesa do Serviço Público, com uma paralisação em 18 de março deste ano, vem tomando cada vez mais forma. Em reunião realizada nesta terça-feira, em Brasília, integrantes do Fórum Nacional das Carreiras Típicas de Estado (Fonacate) decidiram apoiar a mobilização, que já foi indicada pelo Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) — entidade que engloba outras categorias do setor público, como as que exercem funções técnicas. 
O presidente do Fonacate, Rudinei Marques, disse à coluna, após a reunião de hoje, que a maior preocupação do funcionalismo do país é a PEC (proposta de emenda constitucional) Emergencial.
O texto permite a redução de jornada e salário de servidores quando o ente federativo (como União, estado e município) não consegue fechar as suas contas e manter a prestação de serviço público à população. 
"O corte de salários é preocupante, e, por isso, vamos trabalhar para construir um apoio maior ao Dia Nacional de Luta em Defesa do Serviço Público", disse Marques, comentando ainda que a assembleia de hoje da entidade obteve participação recorde de representantes das categorias. 
Campanha salarial
Já o Fonasefe também inclui na pauta uma campanha salarial por reajustes à maior parte do funcionalismo federal. 

A ideia do conjunto das categorias é pressionar parlamentares e o governo este ano, na intenção de o orçamento de 2021 prever recomposição salarial para todo o setor público da União.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários