Governo sanciona lei que promove sargentos por tempo de serviço sem necessidade de curso

Texto acaba com a obrigatoriedade de agentes passarem pelo curso de aperfeiçoamento (CAS)

Por O Dia

Policiais militares terão novas regras para promoção
Policiais militares terão novas regras para promoção -
Os sargentos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros estão perto de conseguir suas promoções por tempo de serviço. É o que determina o projeto de lei 1759/2019, de autoria do deputado Renato Zaca (sem partido), sancionado pelo governador Wilson Witzel (PSC). A sanção sai publicada no Diário Oficial desta quarta-feira. 

Com coatoria de Anderson Moraes (PSL), Alana Passos (PSL) e Subtenente Bernardo Pros),o texto dispensa a necessidade dos cursos de aperfeiçoamento para promoção de segundo para primeiro sargento, desde que tenham o tempo de 20 anos para atingir a patente.

No entanto, o Curso de Aperfeiçoamento de Sargento (CAS), Curso de Sargento Especialista (Cases) ou o Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos Auxiliares de Saúde (CASAs) serão indispensáveis para aqueles que queiram alcançar o posto de subtenente, desde que também tenham 25 anos na corporação.

A lei prevê ainda que, das vagas estipuladas para os cursos de promoção, 40% devem ser preenchidas de acordo com a antiguidade na corporação, e 60% com a ordem de classificação obtida em exame de seleção.
Renato Zaca declarou que a mudança na regra para promoção representa "justiça" para os militares.
"A sanção desse projeto traz justiça e igualdade nas condições de disputa das vagas, sem falar na melhoria do plano de carreira dentro das corporações", defendeu o deputado. 

Comentários