Manifestação será realizada em frente à sede da prefeitura, na Cidade Nova
Manifestação será realizada em frente à sede da prefeitura, na Cidade NovaDaniel Castelo Branco
Por PALOMA SAVEDRA
Categorias do funcionalismo municipal do Rio de Janeiro se organizam para um ato no próximo dia 18, às 10h, em frente à sede da prefeitura, na Cidade Nova. Os servidores protestam contra a proposta de aumento da alíquota de contribuição previdenciária de 11% para 14% e cobram o pagamento do 13º salário atrasado com correção e reajuste anual - que não é concedido desde 2019.
Os funcionários também criticam a suspensão da contagem do tempo para fins de pagamento dos triênios (a princípio, até 2024) e reivindicam a retomada do adicional, além do plano de cargos dos servidores da Saúde.
Publicidade
As categorias alegam que os servidores não podem pagar a conta da crise.
CALENDÁRIO SE ESTENDERÁ
Publicidade
O governo Paes anunciou o calendário de pagamento do 13º salário de 2020 a 100.024 servidores ativos, aposentados e pensionistas do Município do Rio que ganham acima de R$ 4 mil. O depósito será feito de forma escalonada e em folhas suplementares, a partir de julho, e se estenderá até junho de 2022, como mostra o infográfico abaixo.
A atual administração herdou essa dívida da gestão Crivella, que deveria ter quitado o abono até 20 de dezembro. Diante desse atraso, as categorias querem cobrar juros e correção.
Publicidade
A forma de pagamento, sem juros e correção, levará algumas entidades à Justiça. Associações e sindicatos querem cobrar os depósitos com valores corrigidos.
Confira as datas do crédito por faixas salariais - Arte O DIA
Confira as datas do crédito por faixas salariaisArte O DIA