Decreto garante cotas para negros em estágios e no serviço público federal

Termo assinado pelo governo federal na última terça-feira, em Brasília, garante reserva de 30% das vagas para esse público

Por O Dia

Autoridades assinam decreto em cerimônia em Brasília
Autoridades assinam decreto em cerimônia em Brasília -

Um decreto assinado pelo governo federal em Brasília, na última terça-feira, criou reserva de vagas para negros na contratação de jovens como estagiários ou na condição de aprendizes no serviço público federal. A partir de agora, 30% das vagas deverão ser reservadas para esse público.

De acordo com o Ministério dos Direitos Humanos, a proposta é aplicar a mudança na administração pública, autarquias, fundações públicas e sociedades de economia mista controladas pela União. Na cerimônia de assinatura do decreto, no Palácio do Planalto, dirigentes do Banco do Brasil, da Caixa Econômica, da Petrobras e do Banco do Nordeste assinaram termo de compromisso da reserva de vagas. Poderão concorrer às vagas os candidatos negros que se autodeclararem pretos ou pardos no ato da inscrição para seleção de estágio, conforme o quesito cor ou raça do IBGE.

Galeria de Fotos

Autoridades assinam decreto em cerimônia em Brasília Albino Oliveira/Divulgação
Aplicativo que conecta compradores a vendedores de seminovos abre vagas 10 vagas para escritório do Rio Divulgação

Comentários

Últimas de Empregos e Negócios