Parceria vai beneficiar estagiários do Rio

Estudantes vão aprender sobre cidadania financeira. Aulas serão ministradas por voluntários

Por O Dia

Cerca de 77% dos estagiários do CIEE estão no Ensino Superior
Cerca de 77% dos estagiários do CIEE estão no Ensino Superior -

Rio - Uma parceria entre a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi) e o Centro de Integração Empresa Escola – (CIEE), que tem como objetivo compartilhar conhecimentos sobre cidadania financeira a estagiários do Rio, foi assinada na última semana. Entre as ações previstas pelas instituições, está a criação de um grupo de voluntários associados que irão ministrar palestras e bate-papos aos jovens atendidos pelo CIEE.

De acordo com o presidente da Acrefi, Hilgo Gonçalves, a iniciativa também visa trabalhar questões como a inclusão no mercado de trabalho, o direito do consumidor e poupança e investimentos. “Queremos fomentar conhecimento para construção de uma sociedade mais consciente em relação ao uso do dinheiro. Pessoas mais bem informadas tomam decisões mais inteligentes, consomem melhor e constroem um futuro mais sustentável", disse Gonçalves.

Superintendente Jurídico, Compliance e Comunicação do CIEE, Ricardo Melantonio

diz que a parceria é um grande resultado não só para o mercado financeiro, mas também para o cenário nacional. “Essa parceria vai proporcionar a oportunidade dos nossos jovens conhecerem mais sobre o mercado financeiro e a área de crédito, com uma orientação profissional vivida pelos executivos da associação. Esses jovens poderão conhecer mais de perto o mercado. Algo muito importante para o futuro deles”, ressalta Melantonio.

Hoje o CIEE possui aproximadamente 220 mil estagiários. Desses, 77% do Ensino Superior, 17,7% do Ensino Médio, 4,8% de curso técnico e 0,5% de educação especial. Além do programa de estágio, o programa jovem aprendiz conta hoje com aproximadamente 83 mil participantes, sendo 61,3% formados no ensino médio, 32,6% cursando o ensino médio, 4,5% cursando o ensino fundamental, 1,4% cursando nível técnico.

 

Últimas de Empregos e Negócios