Mais de 60 mil bolsas para capacitar os professores

Vagas são para alfabetização, Língua Portuguesa, Matemática, entre outras áreas

Por O Dia

O prazo para cadastro para os projetos de capacitação já está disponível e vai até o dia 2 de março
O prazo para cadastro para os projetos de capacitação já está disponível e vai até o dia 2 de março -

O Ministério da Educação (MEC) vai oferecer mais de 60 mil bolsas para a formação de professores da Educação básica. O objetivo é melhorar a qualidade do ensino no país. Na semana passada, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) publicou no Diário Oficial da União a oferta para qualificação dos docentes. O anúncio foi feito no dia 12 de dezembro do ano passado, em Brasília, pelo presidente da Capes, Anderson Correia. O prazo para cadastro dos projetos já está aberto e termina no dia 2 de março.

O primeiro edital oferece bolsas para o programa Residência Pedagógica, projeto que integra a Política Nacional de Formação de Professores e promove a vivência prática dos formandos dentro da sala de aula na segunda metade do curso de licenciatura. Já o segundo edital refere-se ao Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID), direcionado à primeira metade do curso.

prazo de até 18 meses

Cada programa oferecerá 30.096 bolsas para até 250 instituições de Ensino Superior. A duração será de até 18 meses, sendo um mínimo de 60% delas voltadas para as áreas consideradas prioritárias: alfabetização, Biologia, Ciências, Física, Língua Portuguesa, Matemática e Química.

"O professor é o elo vital da formação das crianças e adolescentes no Brasil. Um professor bem formado, motivado, capacitado, qualificado, certamente terá um impacto muito grande na vida dos estudantes brasileiros", afirmou o presidente da Capes, Anderson Correia.

Resultado da seleção sai até 10 de abril

Para se inscrever, o docente precisa acessar a plataforma da Capes por meio do link https://contrasicapes.capes.gov.br/. O resultado final da seleção será divulgado até 10 de abril. O começo das atividades se dará no dia 14 do mesmo mês.

O investimento na formação de professores deve contribuir para a melhoria do desempenho dos estudantes no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), calculado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O indicador é produzido com base nas informações de duas fontes, o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), por meio de prova e questionário aplicados a cada dois anos, e o Censo Escolar, respondido anualmente por todas as escolas do país.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários