Furnas oferece 500 vagas para fazer curso gratuito de cuidador

Inscrições serão entre o dia 21 e 24 deste mês, na sede do CBSIS, no Catete, na Zona Sul

Por O Dia

Curso terá duração de dois meses, totalizando 160 horas de aulas
Curso terá duração de dois meses, totalizando 160 horas de aulas -

Para quem está em busca de uma qualificação profissional, Furnas oferece 500 vagas para capacitação de cuidador de idosos, crianças e pessoas com deficiência, em parceria com o Centro Brasileiro de Cooperação Intercâmbio de Serviços Sociais (CBSIS). O objetivo é contribuir para o aprimoramento profissional destas pessoas e melhoria da qualidade de vida dos que precisam de cuidados especiais. As inscrições ocorrerão entre o dia 21 e 24 deste mês.

"Vamos iniciar mais um ciclo desta iniciativa, que ratifica o compromisso social de Furnas. O curso alcançou resultados significativos nas últimas duas décadas, contribuindo para a qualificação profissional das pessoas e promovendo o bem estar de quem precisa", afirma Claudia Tenório, assistente social da empresa.

Com duração de dois meses, a capacitação para cuidador contará com dez aulas teóricas e duas práticas que incluem visitas técnicas a instituições, totalizando 160 horas. Na programação serão abordados assuntos como: guia prático do cuidador, cuidado com o corpo e valorização dos sentidos, interações sociais, família, violência e maus tratos, entre outros. O aluno só receberá o certificado de conclusão se tiver 75% de frequência.

As inscrições para o curso poderão ser feitas na sede do CBSIS, na Rua Pedro Américo, 394, no bairro Catete, na Zona Sul do Rio, das 10h às 12h e 13h às 16h.

Confira como se inscrever

Após a conclusão, os nomes passam a fazer parte do cadastro de cuidadores, organizado pelo Serviço Social da empresa para atender seus funcionários e familiares que necessitem de tratamentos especiais. Para se inscrever, é necessário foto 3x4, cópia do comprovante de residência, cópia do diploma ou certificado de conclusão do Ensino Fundamental e cópia da identidade e CPF.

Em 2016, a profissão foi regulamentada. Entre os pré-requisitos para exercer a atividade, o texto estabelece idade mínima de 18 anos e exigência do Ensino Fundamental completo.

Também passou a ser cobrado certificado em curso de formação, com carga-horária mínima de 160 horas.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários