Virada na carreira profissional

Trabalhadores estão insatisfeitos com ocupação atual. Veja o que fazer para trocar de emprego

Por Marina Cardoso

EMPREGOS
EMPREGOS -

A busca por uma nova oportunidade de emprego não tem sido a realidade apenas de profissionais desempregados. Junta-se a eles trabalhadores que já estão no mercado, mas andam insatisfeitos com a colocação dentro da área que atuam. É o que evidencia o levantamento feito pela Catho, plataforma online de classificados de empregos, que entrevistou mais de 9,3 mil pessoas. Dentro desse universo, cerca de 2,7 mil pessoas afirmaram que estão trabalhando, mas 90% deste total desejam trocar de emprego no ano de 2020. 

Para Regina Botter, diretora de operações da Catho, diversos fatores motivam a busca por um novo emprego. Entre eles, o desejo de melhores condições financeiras, qualidade de vida ou até mesmo, o momento de aceitar desafios maiores, incluindo a procura por um trabalho mais alinhado às expectativas profissionais.

"Uma das grandes missões das empresas é cuidar de seus colaboradores, isso inclui o investimento em oportunidades que, muitas vezes, não são só financeiras, mas que viabilizam desenvolvimento, educação, novas experiências e conhecimentos. Essa abertura contribui para um ambiente de trabalho com menos insatisfação profissional e rotatividade", afirma.

Porém, os profissionais esbarram com algumas dificuldades para conseguir um novo emprego. Dentre os principais motivos que os levam a continuarem nas empresas em que estão são os seguintes pontos: falta de um currículo competitivo (29%), receio em perder a estabilidade (20%) ou benefícios (14%) e medo de arriscar (13,5%).

ESTAR PREPARADO

Por isso, Regina destaca que os trabalhadores precisam estar preparados para dar esse novo passo na carreira profissional. Isso significa que ele deve seguir alguns passos e orientações para poder se candidatar a uma nova função. 

"O profissional, ainda que com receios em relação ao novo desafio, precisa estar minimamente preparado para o processo de busca, entrevistas e efetivação. É importante que ele avalie seu real propósito em procurar um novo trabalho, identifique o modelo de cultura empresarial ideal para exercer suas funções de forma satisfatória e que coloque na ponta do lápis prós e contras da mudança", orienta a diretora de operações da Catho.

Dicas para conquistar um novo emprego

Para estar pronto para se candidatar para as futuras vagas e, assim, mudar de emprego, especialistas separaram algumas dicas.

A primeira delas é pesquisar sobre as melhores empresas para sua área, remuneração e o que é necessário para se candidatar. Diante disso, é importante focar no autodesenvolvimento para estar apto para o novo cargo. "Vá em busca de cursos, palestras ou ferramentas que o ajude a adquiri-los", afirma Larissa Ruza, coordenadora de Marketing de Recrutamento da Connekt.

Além disso, é importante atualizar o currículo e deixá-lo simples e objetivo, destacando os principais projetos de carreira. "O candidato deve também mapear as áreas mais afins, bem
como as vagas e empresas', explica o diretor da Anhanguera de Nova Iguaçu e especialista em RH, Cristiano Moreira. 

Um ponto super importante na busca por uma nova vaga é o networking, ou seja, ativar a rede pessoal de contatos. 

"É bacana fazer contato a partir de grupos de WhatsApp e outras redes sociais. Se mostrar, se vender através das plataformas e é importante deixá-las atualizadas, pois muitas empresas utilizam as mesmas para entrar em contato ou mesmo iniciar processos seletivos, afirma Larissa.



Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários