Curso gratuito sobre registro de marca

Workshop na Uezo orienta empreendedores da Zona Oeste a proteger criações para gerar renda

Por Bernardo Costa

A Uezo fica na Avenida Manuel Caldeira de Alvarenga, em Campo Grande
A Uezo fica na Avenida Manuel Caldeira de Alvarenga, em Campo Grande -

A Fundação Centro Universitário Estadual da Zona Oeste (Uezo) realiza, a partir da próxima segunda-feira, o workshop gratuito 'Propriedade Intelectual para Empreendedores'. O curso de verão tem duração de 40 horas, com aulas até a sexta-feira, das 14h às 18h. As inscrições são voltadas para comerciantes, microempreendedores individuais (MEIs) e moradores da região. 

Segundo o professor Anderson Moraes, o objetivo do curso é esclarecer os participantes, especialmente empreendedores que atuam na Zona Oeste, sobre as diferentes modalidades de propriedade intelectual, como os registros de patentes, marcas, modelos de utilidade e desenho industrial. 

"O mundo do trabalho está mudando. As vagas tradicionais, com carteira assinada, estão diminuindo. Abrir o próprio negócio é uma saída e, nessa área, é importante esclarecer as pessoas sobre a importância de registrar e proteger o produto que criaram", diz o professor Anderson.

Uma das atividades do curso será o estudo de marcas de produtos e serviços, desde a criação e registro à gestão e proteção.

"Queremos mostrar aos participantes que aquilo que eles criam, inventam, pode e deve ser registrado. Ali está a alma do seu negócio e uma forma de ganhar dinheiro. Em algumas vezes, basta ter uma boa ideia, registrá-la e fazer a cessão desse direito para que outros explorem e paguem royalties", exemplifica Anderson.

A Uezo fica no bairro de Campo Grande. As inscrições devem ser feitas no link: https://forms.gle/Vb1dU6qvMxQKumvJ7

Uezo terá workshop gratuito sobre propriedade intelectual - Divulgação

Marca para agregar valor ao negócio

A cooperativa Agroprata, de agricultores de Campo Grande, é um exemplo citado pelo professor Anderson de ampliação de negócios após o registro e fortalecimento da marca. "Eles não tinham a compreensão de que produziam orgânicos, hoje um diferencial em alimentação. Eles criaram uma marca, começaram a certificar seus produtos e a realizar eventos. Com isso, agregaram valor ao negócio deles", diz o professor.

 
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

A Uezo fica na Avenida Manuel Caldeira de Alvarenga, em Campo Grande Divulgação
Uezo terá workshop gratuito sobre propriedade intelectual Divulgação

Comentários