Salão do estudante reunirá cerca de 300 instituições no Rio

Evento acontece nos dias 10 e 11 de março. Foco será quem quer estudar no exterior

Por Marina Cardoso

Entre os cursos mais procurados estão o de idiomas, por serem de curta duração e mais baratos
Entre os cursos mais procurados estão o de idiomas, por serem de curta duração e mais baratos -

Com o mercado de trabalho cada vez mais concorrido, a busca por especializações e experiências que os diferenciem dos outros concorrentes aumenta na mesma proporção. Um dos caminhos para os interessados é estudar no exterior. Pensando nisso, o Salão do Estudante promoverá mais uma edição, nos dias 10 e 11 de março, com intuito de ser a ponte para quem pretende fazer graduação e pós-graduação lá fora. A expectativa este ano é de dez mil visitantes.

Para a ExpoPós, área destinada especialmente para quem tem a intenção de cursar graduação e pós-graduação no exterior e que cresceu muito entre os participantes nos últimos anos, o evento contará com a presença de representantes das principais instituições internacionais, como a University of London, no Reino Unido, uma das universidades de ponta para pesquisa intensiva do mundo, entidades portuguesas, como Universidade de Coimbra, Lisboa e Porto e algumas das melhores universidades norte-americanas, como a University of California, University of Miami e a Columbia University de Nova Iorque, membro da Ivy League.

"O mercado de trabalho está cada vez mais competitivo, exige que o profissional tenha um diferencial. Além de um segundo idioma no currículo, a própria vivência em uma cultura diferente é importante para a pessoa", explica Priscilla Gomes, gerente de marketing da Business Marketing International (BMI), empresa organizadora do evento.

Outro detalhe importante nesta edição é a presença de organizações governamentais, como o Study in Japan, o Campus France, o Study in Argentina, o EducationUSA, o DAAD, a Education in Ireland e os Consulados dos Estados Unidos, África do Sul e de Portugal. Também estarão disponíveis diversos cursos de idiomas, uma dos mais procurados em termos de ensino no exterior.

"Os cursos mais buscados ainda são os de idiomas, por serem de curta duração e por isso mais baratos. No entanto, a procura por cursos de graduação e pós-graduação vem crescendo a cada ano", diz Priscilla. 

 

Alemanha e Portugal serão os destaques deste ano

Os países destaques desta edição vão ser Alemanha e Portugal. A nação ibérica contará com cerca de 40 instituições, entre universidades, faculdades e institutos politécnicos. Já a Alemanha, país de honra desta edição, contará com dezenas de instituições. O DAAD, que funciona como um órgão de aconselhamento estudantil para aqueles que desejam estudar por lá, dará informações sobre as oportunidades de estudo e pesquisa.

Priscilla Gomes diz que existem países com custo mais baixo para estudar ou escolher cursos de duração menor. "Escolher cidades menores também é uma opção, pois o custo de vida sai mais barato. Em Portugal, por exemplo, há cidades nesse perfil", explica. 

Outro ponto é o estudante pesquisar se o curso que pretende fazer será válido aqui no Brasil. "É extremamente importante que o aluno veja a validade do programa no Brasil, se ele usará para sua educação e futuramente na sua vida profissional", explica Priscilla. 

Galeria de Fotos

Entre os cursos mais procurados estão o de idiomas, por serem de curta duração e mais baratos Divulgação
Será possível se orientar sobre cursos de graduação e pós graduação, em mais de 300 instituições Divulgação

Comentários