Bolsonaro, Ciro e Haddad fazem campanha no Rio nesta terça-feira

Saiba o que fizeram os presidenciáveis mais bem colocados nas últimas pesquisas nesta terça-feira

Por O Dia

Palácio do Planalto
Palácio do Planalto -

Rio - Nesta terça-feira três candiatos ao PLanalto fizeram campanha no estado do Rio. Ciro Gomes (PDT) e Fernando Haddad (PT) estiveram em São Gonçalo. Jair Bolsonaro (PSL) foi à Ceasa no dia em que teve seu julgamento no Supremo Tribunal Federal interrompido após o ministro Alexandre de Moraes pedir vista do processo. Ele será entrevistado pelo Jornal Nacional, da TV Globo, nesta noite.

Jair Bolsonaro (PSL)

Fez atividade de campanha de manhã na Central de Abastecimento do Rio de Janeiro (Ceasa), no mesmo dia que o Supremo Tribunal Federal (STF) começou a julgar se o torna réu em ação penal por racismo. O julgamento foi suspenso pelo ministro Alexandre de Moraes, que deve apresentar seu voto na próxima terça-feira. A sessão terminou com empate de 2 a 2. Bolsonaro será entrevistado no Jornal Nacional da TV Globo a partir das 20h30.

Luiz Inácio Lula da Silva/ Fernando Haddad (PT)

Em sua primeira visita ao estado do Rio de Janeiro como candidato a vice-presidente, Fernando Haddad (PT) passou por Niterói, São Gonçalo e Rio de Janeiro. Haddad participou de atos no estaleiro da Ultratec e no calçadão de Alcântara, além de receber a imprensa em uma entrevista coletiva para apresentar o plano de governo da chapa.

Ciro Gomes (PDT)

Fez caminhada na Praça do Rodo, em São Gonçalo, com correligionários. Ele prometeu atacar a desigualdade no país e disse que o Rio estará entre os primeiros estados atendidos 'para devolver o equilíbrio ao país', os outros seriam Rio Grande do Sul e Minas Gerais. "O Rio de Janeiro não tem jeito sem uma parceria com o governo federal. Mas acredito que Rio tem jeito e eu mostro que, com Pedro Fernandes no governo e a nossa gente na assembleia, eu recupero as indústrias naval, de exploração de petróleo, de gás e o Comperj”, prometeu.

Marina Silva (Rede)

A ex-ministra participou de sabatina promovida pelo Estadão em São Paulo. Marina Silva esboçou algumas de suas propostas para a economia caso eleita em outubro. Entre os principais tópicos, defendeu redução da máquina pública, não subir tributos e acabar com o que chamou de "farra do Refis", o refinanciamento de dívidas. "Isso vai ajudar as contas públicas. Muita gente é a favor do livre mercado, mas na hora de negociar perdão de dívida, é o primeiro a ir ao balcão do governo", disse. 

Geraldo Alckmin (PSDB)

Fez campanha na cidade de Esteio, no Rio Grande do Sul, em evento com ruralistas. Nesta terça-feira a procuradora-geral eleitoral, Raquel Dodge, enviou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) parecer em que se posiciona contra a contestação de Meirelles à candidatura de Alckmin. Ainda não há data marcada para o julgamento da candidatura do tucano pelo TSE. 

Galeria de Fotos

Palácio do Planalto Roberto Stuckert Filho / Divulgação Presidência da República
Entrevista com o candidato a presidencia da republica Fernando Haddad, no hotel Windsor centro da cidade do Rio. Rj, 28 de agosto. Marcio Mercante / Agencia O Dia