Empresa lança jogo em que Bolsonaro ganha pontos ao 'matar' mulheres, negros e LGBTs

'Bolsomito 2k18' foi criticado por internautas opositores do candidato do PSL à presidência da República, que classificaram o conteúdo do game como 'ofensivo'

Por O Dia

Jogo estrelado por Jair Bolsonaro tem como inimigos mulheres, negros, gays e o PT
Jogo estrelado por Jair Bolsonaro tem como inimigos mulheres, negros, gays e o PT -

São Paulo - A desenvolvedora BS Studios criou polêmica ao lançar, na última semana, um jogo estrelado por Jair Bolsonaro. No game, intitulado "Bolsomito 2K18", o candidato do PSL à presidência da República ganha pontos ao bater e matar personagens mulheres, negros, LGBTs e políticos de esquerda.

"Derrote os males do comunismo nesse game politicamente incorreto, e seja o herói que vai livrar uma nação da miséria", diz a descrição do jogo disponível na plataforma Steam.

Feito totalmente em 2D, seguindo padrões de jogos de fliperama, o jogo recebeu apoio na página da BS Studios. "Que comece o mimimi esquerdista", comentou um internauta. "Jogo do ano", disse outro. Contudo, opositores de Bolsonaro afirmam que denunciaram o lançamento por se tratar de um conteúdo "ofensivo".

Procurada pelo DIA, a assessoria de imprensa de Jair Bolsonaro afirmou que a equipe do candidato não tinha conhecimento do fato, e que pode entrar com medidas cabíveis contra os desenvolvedores do jogo caso a imagem do candidato do PSL à Presidência da República seja prejudicada. 

Galeria de Fotos

Jogo estrelado por Jair Bolsonaro tem como inimigos mulheres, negros, gays e o PT Reprodução
Game Bolsomito 2k18 Reprodução
Game Bolsomito 2k18 Reprodução