Movimentação na Escola Municipal Sérgio Buarque de Holanda, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, local de votação do prefeito Marcelo Crivella - Reginaldo Pimenta / Agencia O Dia
Movimentação na Escola Municipal Sérgio Buarque de Holanda, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, local de votação do prefeito Marcelo CrivellaReginaldo Pimenta / Agencia O Dia
Por O Dia
Rio - Enquanto o prefeito Marcelo Crivella votava na Escola Municipal Sérgio Buarque de Holanda, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, eleitores eram orientados a voltar pra casa e retornar mais tarde.
A urna 113 quebrou e eleitores aguardavam em uma fila em que houve tumulto.
Publicidade
"Eu vim votar, sou transplantada, as pessoas estão há uma hora na fila expostas ao vírus porque a urna está escangalhada", critica a secretária Olga Coelho.
Eduardo Tallens, 18 anos, foi votar pela primeira vez, mas não conseguiu registrar o voto durante a manhã. Ele precisou voltar pra casa esperar a troca da urna para votar.
Publicidade
"A galera falhou bastante no protocolo sanitário está a maior aglomeração lá dentro", ressaltou.
O jovem conta estar animado para dar seu primeiro voto. "Ás vezes você não sabe em quem votar e se sente obrigado. Mas temos que entender a importância de exercer esse direito e fazer a nossa voz ser ouvida"