Mais Lidas

Brasil segue em 19º no ranking da Fifa, sua pior colocação da história

Principal novidade ficou por conta de Granada, que chegou à 121ª colocação depois de conquistar 68 pontos

Por felippe.franco

A Fifa divulgou nesta quinta-feira o rankings das seleções do mês de abril. A lista sofreu poucas alterações, por conta do pequeno número de partidas realizadas ao longo das últimas semanas. Foram apenas sete jogos disputados, todos eles amistosos.

O Brasil segue na 19ª posição, com 902 pontos, atrás de equipes como Suíça, Grécia e Bélgica. A líder continua sendo a Espanha, com 1538 pontos, seguida por Alemanha, Argentina, Croácia e Portugal. Outras seleções sul-americanas, como Equador e Colômbia, também estão entre as dez primeiras. O topo da tabela, inclusive, não sofreu alterações.

Seleção comemora gol em vitória sobre os Estados UnidosEfe

A principal novidade ficou por conta de Granada. O país da América Central ganhou 20 posições, chegando à 121ª colocação, depois de conquistar 68 pontos. Já São Vicente e Granadinas, no Caribe, foi a equipe que mais caiu, perdendo dez posições e 35 pontos, ficando na 131ª posição.

Mas se no mês de abril faltou a emoção, a Fifa promete mais adrenalina em maio. “A expectativa é de novas mudanças na próxima edição do ranking, com as seleções classificadas para a Copa das Confederações disputando os seus primeiros jogos preparatórios”, diz o comunicado emitido pela entidade.

Confira as 20 primeiras seleções classificadas:

1º Espanha
2° Alemanha
3° Argentina
4º Croácia
5º Portugal
6º Colômbia
7º Inglaterra
8º Itália
9º Holanda
10º Equador
11º Rússia
12º Costa do Marfim
13º Grécia
14º Suíça
15º Bélgica
16º México
17º Uruguai
18º França
19º Brasil
20º Dinamarca

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia