Mais Lidas

Botafogo x Flamengo: 100 anos de uma eterna rivalidade

Equipes se enfrentaram pela primeira vez no dia 13 de maio de 1913

Por pedro.logato

Rio - Cada um em sua época, Botafogo e Flamengo dominaram o futebol brasileiro. Se na década de 60 o Alvinegro tinha o Santos de Pelé para rivalizar as conquistas, nos anos 80 o Flamengo foi soberano e conseguiu boa parte dos seus títulos. No entanto, dois jogos marcaram a rivalidade entre as duas equipes. Nesta segunda faz 100 anos do primeiro clássico disputado entre Bota e Fla.

Na década de 60, a superioridade alvinegra era tanta que o goleiro Manga brincava ao dizer que gastava o dinheiro do bicho na feira antes mesmo de enfrentar o Flamengo. Mas foi em 1972 que a supremacia alvinegra tomou o formato do número seis. O Botafogo aplicou uma sonora goleada por 6 a 0, em dia que Jairzinho, o Furacão da Copa de 70, estava inspirado e marcou três vezes contra um Rubro-Negro sem forças.

Andrade enfrentando o BotafogoArquivo

“Acho que tudo é uma questão de momento. Em 1972, nós tínhamos um time bem mais forte, assim como em 81 eles tinham um time melhor. Quando ganhamos éramos a base da seleção tricampeão mundial no Mexico”, comentou Jairzinho, único jogador que estava em campo nas duas goleadas.

Durante nove anos, a goleada doeu no coração dos flamenguistas que em todos os jogos entre as duas equipes viam um cartaz com o placar do jogo da humilhação.

Jairzinho atuando pelo BotafogoArquivo

“Tinha aquela faixa que todo jogo estava lá. Na década de 80, sempre ganhávamos de dois, três e até quatro, mas era uma vitória amarga. Sempre tinha aquela faixa na arquibancada deles”, lembra-se Andrade, camisa seis do Flamengo, que foi o responsável pelo sexto gol em 1981, que fez sumir a faixa:

“Não vai acontecer outro jogo como aquele. Nós sabíamos da angústia dos torcedores com aquele resultado. O Zico subiu com o zagueiro, a bola sobrou e peguei bem. O Paulo Sergio só sentiu quando a bola passou”, contou Andrade, que até os 12 anos era torcedor do Botafogo, em Juiz de Fora onde morava.

Recentemente, a rivalidade entre as duas equipes voltou às alturas quando decidiram quatro estaduais seguidos. O Rubro-Negro conseguiu um tricampeonato com decisões polêmicas e disputas de pênalti, enquanto Loco Abreu e sua cavadinha em cima de Bruno deram a revanche esperada pelos alvinegros. Duelos que só serviram para reforçar ainda mais a força do clássico de 100 anos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia