Por bernardo.argento

Rio - Um dia mais que especial para Zico. O craque participou, pela última vez, do Jogo das Estrelas, evento beneficente que promove há dez anos, e se despediu do Maracanã. A partida foi marcada por uma grande festa da torcida do Flamengo, que compareceu em peso às arquibancadas do estádio para ver mais um grande show do Galinho no gramado. Foram 52.625 torcedores presentes para fechar com chave de ouro uma história de sucesso.

A tarde começou agitada. O público chegou cedo ao estádio e preparou uma grande festa para recepcionar Zico. Para prestigiar a despedida do ídolo (ele avisou que seria a última vez que atuaria no evento), craques de várias gerações estiveram presentes. Júnior, Jayme de Almeida, Renato Gaúcho, Romário, Conca e até o Brocador Hernane marcaram presença no gramado do Maraca.

>>>Confira as fotos do Jogo das Estrelas

Zico fez um golaço no Jogo das Estrelas no Maracanã André Mourão / Agência O Dia

Em campo o show foi garantido. Zico distribuiu lindos passes, arriscou dribles e não deixou de balançar a rede, inclusive marcando o primeiro gol da partida entre as estrelas, que contou com um jogo entre artistas como preliminar.

Se em campo o show foi garantido, a festa foi ainda maior. A torcida coloriu as arquibancadas de vermelho e preto, mas um detalhe verde e branco chamou a atenção. Com o enredo sobre o Galinho para o próximo Carnaval, a Imperatriz Leopoldinense se apresentou antes do início do jogo principal e fez uma grande homenagem a Zico, que se atreveu a soltar a voz e cantar o samba da agremiação. Durante o espetáculo, os gritos de “Zico é nosso Rei” voltaram a ecoar no Maracanã e mostraram mais uma vez a força do craque no esporte nacional.

“Fico muito feliz de ver toda essa festa aqui no Maracanã. Hoje se encerra um ciclo de dez anos que venho participando desse evento e é muito feliz ver que tem essa força toda. Foi um sábado lindo, de sol, de praia, e quando vi a quantidade de gente no estádio fiquei ainda mais feliz. É ter a certeza de que consegui encerrar com chave de ouro essa caminhada que escolhi para a minha carreira”, disse Zico.

Zico agradece ao público no final do jogo no Maracanã André Mourão / Agência O Dia

Enquanto a linda festa marcou o dia de Zico, Renato Gaúcho conviveu com o lado negativo do evento. O técnico do Fluminense foi hostilizado pela torcida, mas nada que pudesse tirar o brilho de mais um momento especial na história de Zico.

Oficialmente, foram 333 gols feitos no Maracanã e uma trajetória mais do que consagrada. A curiosidade do último encontro com o estádio ficou pelas companhias. O Galinho atuou ao lado de Romário e Hernane: o Baixinho, que fez história nos gramados do Maraca, e o Brocador, artilheiro do estádio após a reforma com 18 gols em 18 jogos. Romário, por sinal, marcou três vezes. Rafinha, Thiago Coimbra, filho de Zico, e Beto completaram o placar. Conca, Wallace (contra) e Ryan Zico, inglês batizado com homenagem ao craque, fizeram os gols das Estrelas.

Inflamada, a torcida fez a festa do início ao fim e embalou o último encontro de uma dupla mais que especial. Zico e Maracanã encerram um ciclo de glórias e festas. Placar: 7 a 3 para o time do craque... Nota 10 para sua história.

Você pode gostar