Por fabio.klotz

Fran√ßa - Os primeiros detalhes sobre o acidente sofrido por Michael Schumacher na esta√ß√£o de esqui de M√©ribel foram revelados nesta quarta-feira pela promotoria de Albertville, na Fran√ßa, que est√° cuidando do caso. Nas primeiras an√°lises das imagens da c√Ęmera acoplada ao capacete do ex-piloto, as autoridades conclu√≠ram que Schumi estava em "velocidade normal", n√£o t√£o r√°pido e nem devagar.

Fãs torcem pela recuperação de SchumacherReuters

Foi confirmado tamb√©m que o heptacampe√£o da F√≥rmula 1 se encontrava fora da pista no momento do incidente e se desequilibrou ap√≥s atingir uma pedra que estava escondida debaixo da neve. Al√©m disso, os peritos conclu√≠ram que Schumacher n√£o parou para ajudar uma crian√ßa ou um amigo, como algumas testemunhas relataram nos √ļltimos dias.

O procurador Patrick Quincy disse na entrevista coletiva que Schumacher bateu a cabeça em uma pedra que estava a oito metros da pista Chamois e parou a nove metros do mesmo local. A filmagem mostrou todo o acidente com precisão e permitiu a reconstrução da cena, segundo as autoridades.

Apesar de j√° ter dado esses detalhes do conte√ļdo da c√Ęmera, ainda ser√° preciso analisar o v√≠deo frame a frame para chegar a um laudo final das investiga√ß√Ķes.

Schumacher sofreu um acidente no dia 29 de dezembro, enquanto esquiava na Estação de Méribel, na França. Ele bateu a cabeça contra uma rocha, foi atendido consciente no local e depois levado de helicóptero ao Hospital de Grenoble, onde está, desde então, em coma induzido. Até agora, ele já passou por duas cirurgias, que visam a aliviar a pressão intracraniana.

No período de internação, o maior campeão da história da Fórmula 1 completou 45 anos. Do lado de fora do Hospital de Grenoble, fãs do piloto e da Ferrari fazem vigília por sua recuperação.

Você pode gostar