Mata-Leão: Minotauro: 'Agora não, mãe! O fim será em 2015'

Brasileiro não deve encerrar a carreira no MMA

Por pedro.logato

Rio - Dizer para um ídolo que ele está liquidado é enterrá-lo vivo, junto a todas as honrarias que conquistou. E, neste caso, não foram poucas. A derrota acachapante para Roy Nelson, em abril, foi um choque de realidade de que o fim chegou para Rodrigo Minotauro — mas não só ele pensa assim.

Cada pancada sentida pelo peso-pesado afetou também dona Marina. Dilacerada com as lesões do filho, de 37 anos, e preocupada com o futuro, a mãezona pede para que o ex-campeão reflita sobre a aposentadoria.

Minotauro ao lado do irmão MinotouroCarlos Moraes / Agência O Dia

“Respeito a opinião do Rodrigo e ele deve decidir a hora certa de parar. Se quiser se aposentar agora, para mim, está ótimo. Sei que a luta é uma cachaça para ele e sofrerei junto em todos os momentos”, frisou. Receptivo, Minotauro tomou ciência da opinião da mãe e garantiu que não passará dos 38 no octógono. No entanto, cobrou coração forte nos meses que faltam para pendurar as luvas.

“Não pretendo passar do ano que vem lutando. Ela é mãe, sabe dos meus problemas, das dificuldades que tenho para treinar. Mas vai ter que sofrer um pouquinho ainda (risos)”.

Coração de mãe sofre...

A VELHA UNIÃO DE SEMPRE

O peso-galo Johnny Eduardo surpreendeu ao nocautear Eddie Wineland, no UFC Fight Night 40, dia 10, e divide os louros com os amigos de Nova União: “Eles me ajudaram muito no período que fiquei longe do octógono.”

SEM PERDER O FOCO

Ronaldo Jacaré não gostou de ver Lyoto Machida passar à sua frente na disputa pelo título dos médios, mas mostra confiança em pegar Chris Weidman em breve: “Vai chegar a minha vez. Farei mais uma luta e logo serei o próximo.”

SPIDER VAI DAR SHOW

Animado com a recuperação do Spider, o preparador físico Rogério Camões diz que o amigo vai dar espetáculo em seu retorno, em 2015: “Deverá ser um dos maiores shows de MMA de todos os tempos.”

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia