Felipe Sertanejo relembra provocações antes da melhor apresentação no UFC

Lutador de 26 anos vem mostrando evolução constante no maior evento de MMA do mundo

Por ulisses.valentim

Rio - Era dia 7 de junho de 2013, uma sexta-feira na bela Fortaleza, no Ceará. O clima quente da cidade contribuiu para ferver a temperatura entre Felipe Sertanejo e Godofredo Pepey, que se enfrentam um dia depois, no card final do TUF Brasil 2. Na pesagem oficial do show, eles trocaram farpas, apimentando ainda mais o que seria a melhor apresentação de Sertanejo no octógono do UFC.

"Eu já sabia que ele tinha esse estilo de provocar, falar um pouco antes da luta, mas acabamos trocando provocações na hora do olho no olho. Já fui preparado para a pesagem, sabendo que ele falaria alguma coisa para mim. Ele me disse que eu sentiria a pressão por estar na casa dele, e respondi que então eu teria que nocauteá-lo dentro da residência dele", relembra o paulista.

Felipe Sertanejo segue em evolução no UFCDivulgação

Sertanejo teve que superar também os fãs cearenses, já que Pepey é natural do estado. "Ele tinha a torcida toda a favor, por isso acho que ele cresceu na provocação, quis me intimidar. Nem armado ele conseguiria isso (risos)".

Na luta, Felipe Sertanejo conseguiu o nocaute ainda no primeiro round, após ficar por baixo do faixa-preta de jiu-jitsu e conseguir escapar, conseguindo a vitória no ground and pound, a segunda dele na organização na ocasião.

"Tenho excelentes recordações dessa luta, porque pude mostrar uma versatilidade muito grande. Tive que trabalhar defesa de queda, jiu-jitsu, tudo, e no final das contas deu tudo certo. Foi a minha melhor apresentação pelo UFC", comemora.

Se dentro do octógono ficou tudo bem para Sertanejo, fora, na relação com Pepey, também. "Essas provocações são normais no meio do MMA. Não levo nada para frente, deixo tudo lá dentro. Ele falou, eu respondi, lutamos e seguimos como companheiros de trabalho. Torço por ele", encerra.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia