Alex Teixeira admite vontade de deixar Shakhtar e acertar com Liverpool

Ex-jogador do Vasco está muito perto de um acordo

Por pedro.logato

Inglaterra - O atacante Alex Teixeira admitiu, em entrevista veiculada na Inglaterra nesta quarta-feira, que deseja que a concretização a transferência do Shakhtar Donetsk para o Liverpool e confirmou a negativa do clube ucraniano a proposta de 24,5 milhões de libras (R$ 138,7 milhões).

"Chegou uma proposta oficial, mas o clube a rejeitou. Não sei por que. Acho que era uma oferta muito boa. Estou tentando sair, embora o técnico e o presidente não queriam isso. Agora me resta esperar e ter paciência", disse o ex-Vasco, em entrevista ao blog "Anfield HQ". O clube inglês tem represenante na Flórida, nos Estados Unidos, para negociar com o Shakhtar Donetsk, que realiza período de treinamentos na região, visando a continuidade do Campeonato Ucraniano, que teve parada pelo rigoroso inverno no país.

Alex Teixeira está perto de acertar com o LiverpoolDivulgação

"Tenho muita confiança em meu jogo e acredito que é o passo correto para a minha carreira. Além disso, isso me ajudaria a ir para a seleção", avaliou o atacante, que revelou que o agente também está nos EUA, tentando ajudar na concretização do negócio. O Shakhtar, por sua vez, tenta conseguir que a proposta para contratar o brasileiro chegue a 38 milhões de libras (R$ 219,6 milhões).

O Chelsea, que chegou a se interessar, supostamente saiu da corrida, após o acerto com Alexandre Pato. Alex Teixeira aproveitou para falar do reencontro com Philippe Coutinho, também formado em São Januário, e com quem jogou junto no time principal do Vasco em 2009, no Campeonato Brasileiro da Série B.

"Joguei com ele desde os dez anos e nos conhecemos muito. Seria muito divertido e uma grande honra voltar a atuar com ele", disse o atleta do Shakhtar. Questionado sobre o Campeonato Inglês, Teixeira admitiu que se tratar da principal liga do mundo, além de garantir que se encaixará facilmente no elenco comandado pelo alemão Jürgen Klopp no Liverpool. "Posso dar qualidade no setor ofensivo, pela forma com que jogo, sempre buscando o gol. Eu poderia ajudar os excelentes jogadores que já estão no time", afirmou.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia