Mais Lidas

Cabo do Exército tira sarro de clube em evento com Temer e acaba preso

Mikaell Henrique fazia parte da comitiva que realizava a segurança do presidente e exagerou nas brincadeiras nas redes sociais

Por gabriel.santos

Pará - As brincadeiras entre rivais são comuns no futebol, mas existem limites. Mikaell Henrique, um cabo do Exército, descobriu isso. Provável torcedor do Paysandu, o militar tirou sarro do Remo, maior rival, e acabou preso por isso, já que estava a trabalho na comitiva que faria a segurança do presidente Michel Temer em Belém (PA) nesta quinta-feira.

Cabo do Exército desrespeitou o Remo e acabou presoReprodução / Facebook

A motivação da prisão veio do fato de que Mikaell estava trabalhando no estádio do Remo quando fez uma série de publicações nas redes sociais ironizando a situação do local.

Chamando o clube de 'falido', Mikaell também ironizou a possibilidade de falta de luz no local, caso o político chegasse à noite. Michel Temer, que viajava a Belém de helicóptero, pousaria no estádio Baenão, fechado desde 2014. 

A reportagem do Jornal O DIA entrou em contato com o Comando Militar do Norte, que confirmou a informação.

Ainda nesta quinta-feira, Glauber Pontes, diretor de marketing do Remo, publicou em seu Facebook uma mensagem em que confirma que o militar foi preso e que um oficial do Exército teria se desculpado, em nome da instituição, pelos atos do cabo.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia