Tapetão chileno tirou 'Roja' da Copa e levou seleção peruana para a repescagem

Vantagem dos peruanos sobre chilenos aconteceu graças a perda de pontos da Bolívia devido a pedido da seleção bicampeã da Copa América

Por O Dia

Paraguai - A declassificação para a Copa do Mundo de 2018 foi extremamente doída para os chilenos. A seleção atual, que é considerada a melhor da história do país, não conseguiu ficar entre os cinco primeios das Eliminatórias da América do Sul. Porém, isso aconteceu graças a um fator extracampo. O pior é que o próprio Chile foi responsável por uma decisão do "tapetão" que acabou tendo como consequência a própria eliminação.

Guerrero foi decisivo para o PeruAFP

Em outubro do ano passado, o Chile entrou com uma representação na FIFA pedindo que a Bolívia sofresse uma punição por ter escalado irregularmente um jogador na 7ª e 8ª rodadas das Eliminatórias. A Federação Boliviana acabou sendo punida e perdeu os pontos.

Acontece que com isso, o Peru acabou herdando três pontos, já que havia perdido por 2 a 0 dos bolivianos, enquanto o Chile herdou apenas dois, já que havia empatado a partida. No fim, o Peru terminou em quinto lugar com os mesmo pontos do Chile, mas com um saldo de gols superior.

Na repescagem, a seleção de Paolo Guerrero vai enfrentar a Nova Zelândia, na luta por uma vaga na Copa do Mundo do ano que vem que vai acontecer na Rússia.

Últimas de Esporte