Mais Lidas

Promessa furada, protesto cumprido

Insatisfação de Riascos no clássico expõe a frágil saúde financeira do Vasco, que não quitou parte dos atrasados

Por

Após cabecear para marcar o segundo gol do Vasco, Riascos não comemora diante do sorridente Fabricio
Após cabecear para marcar o segundo gol do Vasco, Riascos não comemora diante do sorridente Fabricio -

A eliminação do Vasco na semifinal da Taça Rio expôs mais do que as falhas da defesa na derrota de 3 a 2 para o Botafogo. A promessa de pagamento não cumprida antes do clássico motivou Riascos a não comemorar o gol no Nilton Santos. A insatisfação é compartilhada pelos demais jogadores.

A demora do clube para receber a primeira de três parcelas de R$ 4 milhões, referente à transferência de Philippe Coutinho do Liverpool para o Barcelona, causou o mal-estar, pois a promessa de quitar parte dos atrasados ao grupo não se confirmou pela segunda vez.

"Riascos é um jogador quieto, na dele. Sinceramente não sei. Deve ser alguma coisa pessoal. Não é nada com o grupo", disse Zé Ricardo.

Oficialmente, o Vasco não condiciona a revolta de Riascos às dívidas salariais. A expectativa da diretoria é que o dinheiro da Federação Inglesa seja depositado hoje, no máximo. A grave situação financeira do Vasco é o maior desafio da gestão do presidente Alexandre Campello, que, às vésperas da eleição, viu Anderson Martins e Nenê negociarem a rescisão pelo mesmo motivo.

"A questão financeira incomoda, claro. Todo trabalhador merece receber. Mas esse grupo tem essa característica de se entregar e vai continuar assim. Nossos problemas serão resolvidos internamente. Certamente não influenciou no clássico", avaliou o treinador do Vasco.

HORA DE CURAR A RESSACA

Fora da disputa do título da Taça Rio, porém, garantido na semifinal do Campeonato Carioca, o Vasco terá tempo para arrumar a casa para não cometer os mesmos erros na decisão que o espera.

"Não podemos oscilar tanto assim. Aumentamos o número de finalizações, o que era algo que eu pedia desde o ano passado. Mas ainda cometemos alguns equívocos... Não tem lamentação. Tentamos fazer nosso melhor, e o Botafogo foi competente. Fez o gol e conseguiu a vitória", disse Zé Ricardo.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários