Mais Lidas

STJD denuncia Atlético-MG por cânticos homofóbicos que citam Bolsonaro

Torcedores do Galo hostilizaram cruzeirenses em clássico

Por O Dia

Clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro terminou empatado
Clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro terminou empatado -

Rio - O Atlético-MG foi denunciado pela Procuradoria da Justiça Desportiva ação de torcedores por cânticos homofóbicos que citaram o candidato à presidência da república, Jair Bolsonaro. O episódio aconteceu no clássico entre o Galo e o Cruzeiro, no último dia 16.

De acordo com a representação do tribunal, o clube mineiro foi enquadrado em dois incisos do artigo 191 por descumprimento do estatuto do torcedor e do regulamento geral de competições, o clube mineiro será julgado nesta sexta, dia 28 de setembro, em sessão da Quinta Comissão Disciplinar. A sessão está agendada para às 13h30.

Os torcedores do Atlético-MG entoaram os cânticos:  “Ô cruzeirense, toma cuidado, o Bolsonaro vai matar viado”. No entendimento da Procuradoria o entendimento da Justiça Desportiva é de que “a torcida é parte indissociável dos clubes, sendo deste a responsabilidade pelas atitudes tipificáveis perpetradas por aquela”.

 

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia