Atleta assume homossexualidade, deixa esporte e questiona preconceito no mundo do futebol

'Há muitos tabus, os jogadores têm medo de não serem mais pretendidos pelos clubes', disparou

Por O Dia

Marc Fortuny encerrou a sua carreira
Marc Fortuny encerrou a sua carreira -

Espanha - A orientação sexual segue como um tabu nos esportes. O judoca espanhol Marc Fortuny revelou que encerrou a sua carreira por ter assumido a sua homossexualidade. Em entrevista ao jornal 'Marca', ele questionou o motivo de não existirem jogadores de futebol gays no Campeonato Espanhol.

Galeria de Fotos

Marc Fortuny encerrou a sua carreira Instagram
Marc Fortuny encerrou a sua carreira Instagram
Marc Fortuny encerrou a sua carreira Instagram
Marc Fortuny encerrou a sua carreira Instagram
Marc Fortuny encerrou a sua carreira Reprodução
Marc Fortuny encerrou a sua carreira Reprodução Internet
Marc Fortuny encerrou a sua carreira Instagram
Marc Fortuny encerrou a sua carreira Instagram

"Por favor! Ninguém se questiona por qual motivo existem 600 jogadores no Espanhol e não há jogadores homossexuais?", disse e ainda completou. "Não entendo. Há muitos tabus, os jogadores têm medo de não serem mais pretendidos pelos clubes, existe muita pressão. E também pela imagem, porque ser homossexual é, por norma, associado a algo negativo".

Segundo ele, um dos motivos que o fez deixar o esporte que pratica foi o contato físico. Segundo o judoca, ele sentiu receio de sofrer homofobia dos seus companheiros de modalidade. 

"Sentia que podia incomodar alguém. Pensava que se e contar a algum dos meus colegas, no próximo combate alguém vai achar que estou tocando ou a olhando de forma diferente", finalizou.

Últimas de Esporte