Relembre os acidentes aéreos mais marcantes da história do futebol

Emiliano Sala está desaparecido e buscas foram encerradas

Por AFP

Acidente aéreo da Chapecoense chocou o mundo
Acidente aéreo da Chapecoense chocou o mundo -

Rio - O jogador argentino Emiliano Sala, novo reforço do clube galês Cardiff, viajava em um avião particular que desapareceu na noite de segunda-feira sobre o Canal da Mancha, na última de uma série de tragédias aéreas na história do futebol.

Outros acidentes

Grande Torino

No dia 4 de maio de 1949, 18 jogadores da equipe de futebol do Torino, a melhor do mundo na época, morreram junto com outras 13 pessoas quando o avião se chocou com a Basílica de Superga, perto de Turim. Foi a primeira e talvez a tragédia mais conhecida do futebol.

Os 'Busby Babes'

No dia 6 de fevereiro de 1958 um avião caiu no aeroporto de Munique depois de fazer uma primeira parada para reabastecer. Vinte e três pessoas morreram, entre elas oito jogadores do Manchester United - conhecidos como os "Busby Babes"- um membro da comissão técnica e dois diretores.

Entre os mortos estavam o astro da seleção inglesa Duncan Edwards, enquanto que Bobby Charlton, que mais tarde ganharia a Copa do Mundo com a Inglaterra em 1966, ficou levemente ferido. O treinador Matt Busby se recuperou de sérias lesões e conseguiu reconstruir o United, que conquistou a Copa da Europa uma década depois, em 1968.

Club de Deportes Green Cross

No dia 3 de abril de 1961 o avião que transportava parte do Club de Deportes Green Cross do Chile caiu deixando 24 vítimas, entre elas oito jogadores e dois membros da comissão técnica.

Alianza Lima

No dia 8 de dezembro de 1987, 43 pessoas morreram depois que o avião em que viajava o Alianza Lima após enfrentar o Deportivo Pucallpa pelo campeonato peruano caiu no oceano Pacífico. Entre as vítimas havia 16 jogadores e o treinador da equipe.

Suriname

No dia 7 de junho de 1989, um DC-8 da Surinam Airways que chegava de Amsterdã caiu ao aterrissar na capital de Suriname, Paramaribo. O acidente provocou a morte de 174 pessoas, entre elas 15 jogadores holandeses nascidos no Suriname.

Seleção de Zâmbia

No dia 27 de abril de 1993, o avião militar em que viajava a seleção de Zâmbia caiu no mar pouco depois de decolar do Gabão, deixando 30 vítimas, sendo que 18 jogadores do país. A equipe viajava para disputar uma partida contra Senegal pelas eliminatórias da Copa do Mundo.

Matthew Harding

No dia 22 de outubro de 1996, Matthew Harding, vice-presidente do Chelsea, morreu depois que seu helicóptero caiu em meio a condições climáticas adversas quando voltava de uma partida da Copa da Liga em que seu time havia vencido o Bolton Wanderers.

Chapecoense

No dia 28 de novembro de 2016, o avião em que viajava a Chapecoense para disputar a partida de ida da final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional caiu no noroeste da Colômbia por "falhas elétricas". Só seis pessoas sobreviveram, entre elas três jogadores. Outras 71 morreram, sendo que 19 jogadores da equipe brasileira.

Vichai Srivaddhanaprabha

No dia 27 de outubro de 2018, o bilionário tailandês e dono do clube inglês Leicester City, Vichai Srivaddhanaprabha, morreu em um acidente de helicóptero. A aeronave caiu em frente ao estádio da equipe depois de decolar do campo após uma partida.

Galeria de Fotos

Acidente aéreo da Chapecoense chocou o mundo Reprodução
Emiliano Sala Reprodução

Comentários