Em observação em Paris, Pelé tem evolução

Internado desde quarta-feira, Rei do Futebol pode retornar hoje ao Brasil

Por O Dia

Pelé seguirá o tratamento no Hospital Albert Einstein, em São Paulo
Pelé seguirá o tratamento no Hospital Albert Einstein, em São Paulo -

Internado desde quarta-feira em Paris, Pelé não foi liberado ontem para voltar ao Brasil. Segundo sua assessoria de imprensa, o Rei do Futebol deveria permanecer internado no hospital na capital francesa por pelo menos mais um dia, mas apresentou uma evolução no quadro clínico de infecção urinária. É provável que o ex-jogador retorne hoje ao Brasil para continuar o tratamento no Albert Einstein, em São Paulo.

Pelé estava em Paris por conta de um evento comercial para uma marca de relógios com o craque francês Mbappé, do Paris Saint-Germain, campeão mundial com apenas 19 anos em 2018 na Copa da Rússia.

Por conta de uma suspeita de infecção urinária, Pelé foi levado ao hospital na quarta-feira. O Rei chegou a ser medicado no hotel, mas acordou com febre e foi levado para uma avaliação médica. Havia uma expectativa de que o ex-jogador pudesse ser liberado, mas acabou ficando no hospital para mais exames e, desde quinta-feira, não tem mais febre.

Na sexta, através de mensagem no Twitter, ele agradeceu aos fãs pelos desejos de pronta recuperação: "Muito obrigado por todo o amor! Os antibióticos estão fazendo efeito e os exames estão todos ok. Eu estou me sentindo muito melhor e acho que estou pronto para jogar de novo!".

Pelé seguiria para os Estados Unidos, para um evento em que seria homenageado na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, hoje, ao lado do técnico da Seleção, Tite. Mas teve que adiar a viagem.

Galeria de Fotos

Pelé seguirá o tratamento no Hospital Albert Einstein, em São Paulo FRANCK FIFE / AFP
Pelé foi a Paris para evento de uma marca de relógios, com Mbappé AFP

Comentários