Por conta de doping, Rússia é banida dos Jogos Olímpicos e da Copa do Mundo

Punição terá a duração de quatro anos

Por O Dia

Rússia foi até as quartas de final da Copa do Mundo de 2018
Rússia foi até as quartas de final da Copa do Mundo de 2018 -
Rio - A Rússia está fora dos Jogos Olímpicos de Tóquio e da Copa do Mundo do Catar. A punição foi decidida pela Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês) por conta dos escândalos de doping envolvendo atletas do país. O país também não poderá participar dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022, em Pequim, nem organizar ou sediar eventos esportivos oficiais.
Ainda há a possibilidade do país recorrer da decisão ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS). O prazo é de 21 dias. Caso busque o recurso, as sanções aplicadas pela Wada ficarão suspensas até que o TAS as confirme ou rejeite. 

A decisão não impede que atletas russos disputem os Jogos Olímpicos. Aqueles que provarem que não fizeram parte do esquema e que estão limpos, poderão competir individualmente sob a bandeira neutra. Um total de 168 atletas russos competiu sob uma bandeira neutra nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018 em Pyeongchang depois que o país foi banido após os Jogos de 2014, sediados em Sochi.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários

Últimas de Esporte

Vasco TV cresce quase 200% em visualizações, e clube planeja mais transmissões ao vivo

Por conta de doping, Rússia é banida dos Jogos Olímpicos e da Copa do Mundo

Punição terá a duração de quatro anos

Por O Dia

Rússia foi até as quartas de final da Copa do Mundo de 2018
Rússia foi até as quartas de final da Copa do Mundo de 2018 -
Rio - A Rússia está fora dos Jogos Olímpicos de Tóquio e da Copa do Mundo do Catar. A punição foi decidida pela Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês) por conta dos escândalos de doping envolvendo atletas do país. O país também não poderá participar dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022, em Pequim, nem organizar ou sediar eventos esportivos oficiais.
Ainda há a possibilidade do país recorrer da decisão ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS). O prazo é de 21 dias. Caso busque o recurso, as sanções aplicadas pela Wada ficarão suspensas até que o TAS as confirme ou rejeite. 

A decisão não impede que atletas russos disputem os Jogos Olímpicos. Aqueles que provarem que não fizeram parte do esquema e que estão limpos, poderão competir individualmente sob a bandeira neutra. Um total de 168 atletas russos competiu sob uma bandeira neutra nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018 em Pyeongchang depois que o país foi banido após os Jogos de 2014, sediados em Sochi.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários