Atacante do Real Madrid pode ser preso por descumprir quarentena

Jogador fugiu para ver namorada que está grávida

Por O Dia

Jovic pode ser punido pelo governo sérvio por descumprir as regras da quarentena
Jovic pode ser punido pelo governo sérvio por descumprir as regras da quarentena -
Espanha - Luka Jovic, atacante sérvio do Real Madrid, pode ser preso por ter desrespeitado a quarentena impostas pelo seu país para visitar sua namorada, Sofija Milosevic, que está aguardando o primeiro filho do casal.
Jovic, de 22 anos, recebeu autorização do Real Madrid para voltar à Sérvia, na semana passada, e celebrar o aniversário de sua companheira. No entanto, foi visto andando pelas ruas do país, cujo determinou 28 dias de isolamento social para aqueles que vieram da Espanha, país epicentro do coronavírus.
O não cumprimento da determinação irritou o presidente sérvio, Aleksandar Vucic, que além de chamar a atenção do jogador publicamente, afirmou que o camisa 18 do Real Madrid será investigado, e caso seja condenado, pode chegar a ser preso.
"Temos exemplos negativos de astros do futebol que ganham milhões no exterior e, quando retornam à Sérvia, não fazem o auto isolamento, que é obrigatório", disse.
O jovem atacante pediu desculpas pela sua atitude e revelou que não queria descumprir as ordens do governo. Ele explicou que estava indo apenas no mercado e que já havia sido submetido a dois testes para a Covid-19, cujo ambos deram negativos.
"Lamento muito que algumas pessoas não tenham realizado seu trabalho profissionalmente e não tenham me dado instruções precisas sobre como devo me comportar durante meu isolamento", publicou Jovic, seu perfil nas redes sociais. 
"Na Espanha, é permitido sair de casa para comprar alimentos e produtos em farmácias, o que não é o caso aqui [na Sérvia]. Peço desculpas a todos se, de alguma forma, causei danos ou coloquei alguém em perigo. Espero que juntos superemos isso", completou.

Comentários