Gabriel Jesus foi titular na derrota do Manchester City para o Leeds
Gabriel Jesus foi titular na derrota do Manchester City para o LeedsAFP
Por ESTADÃO CONTEÚDO
O Leeds United conseguiu algo muito raro neste sábado (10): vencer o Manchester City, líder disparado do Campeonato Inglês e um dos melhores times do futebol mundial. Com vários titulares preservados, o time de Pep Guardiola pressionou muito, finalizou 29 vezes, foi soberano na posse de bola, mas falhou na pontaria e foi derrotado por 2 a 1 pela equipe de Marcelo Bielsa, que atuou com um jogador a menos por todo o segundo tempo.
O resultado surpreendente na 31ª rodada da Premier League não muda muito a tabela de classificação. O City continua soberano na ponta, com 74 pontos, 14 a mais do que o vice-líder Manchester United, que entra em campo no domingo para enfrentar o Tottenham. Já o Leeds saltou para a nona colocação, com 45 pontos, agora um pouco mais perto dos primeiros colocados.
Publicidade
Marcelo Bielsa conseguiu superar seu "discípulo" Pep Guardiola pela primeira vez na carreira graças a dois gols do meio-campista norte-irlandês Stuart Dallas nos dois únicos arremates da equipe em toda a partida, mostrando a eficiência do time visitante no ataque, algo que faltou no poderoso City. Ferrán Torres marcou para o City.
E o triunfo pode ser ainda mais valorizado porque foi conquistado com um atleta a menos desde o fim da primeira etapa, quando o capitão Cooper foi expulso após acertar violentamente as travas da chuteira em Gabriel Jesus. Detalhe que o árbitro deu apenas o cartão amarelo, mas mudou de ideia após rever o lance no monitor do VAR.
Publicidade
O City entrou em campo com um time misto em razão da importância do duelo de volta das quartas de final da Liga dos Campeões diante do Borussia Dortmund, marcado para a próxima quarta-feira (14). Na ida, os ingleses venceram por 2 a 1.