René Simões lamenta gol sofrido no fim e pede maturidade ao Botafogo

'Estávamos ganhando, esconde a bola', declarou o técnico

Por fabio.klotz

Rio - O Botafogo foi castigado no fim e ficou no empate com o Volta Redonda, nesta quarta-feira, no Raulino de Oliveira, pelo Campeonato Carioca. O técnico René Simões lamentou o vacilo do time, evitou culpar a arbitragem - o Alvinegro teve dois gols anulados - e pediu maturidade. 

René esquece erros da arbitragem e lamenta vacilo do BotafogoDivulgação

"Não terminou da forma que esperávamos. Falei isso com os jogadores no vestiário. Tem de ter experiência, tem de ter maturidade. Estávamos ganhando o jogo, nos acréscimos. Esconde a bola, pô. Não vou dar a bola para o adversário. Não posso deixar o adversário cruzar para a área. Tenho de trabalhar e esconder a bola. Tocar de lado. Não vou terceirizar responsabilidade e culpar a arbitragem. Não quero saber se estava impedido ou não. Quero saber é que estávamos ganhando por 2 a 1, estávamos com a bola, mas não soubemos mantê-la. É desagradável. Claro que não posso estar satisfeito", disse René.

LEIA MAIS: Botafogo vacila e cede empate para o Volta Redonda nos acréscimos

O técnico do Botafogo não escondeu o descontentamento com o gol sofrido no fim da partida contra o Volta Redonda, nos acréscimos, em jogada de escanteio.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

"Acho que a equipe teve um bom desempenho, mas não foi um excelente desempenho. Não posso dizer que a equipe teve uma atuação muito boa quando se está ganhando por 2 a 1 e permite que o adversário empate. Temos de aprender com isso", avaliou.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia