Em Grande Fase
Coluna
Em Grande Fase
Com Edilson Silva

Os coroas e o novinho

Por O Dia

Luxa e Barroca: experiência e juventude no comando de times cariocas
Luxa e Barroca: experiência e juventude no comando de times cariocas -
O futebol carioca, agora com a contratação de Oswaldo Oliveira como técnico do Fluminense, vai emplacando três treinadores 'coroas' e um 'novinho'. Oswaldo tem 68 anos, Luxemburgo soma 67, Jorge Jesus vem atrás com 65 e o jovem Barroca, com 37, fecha a fila. O grande barato é que as características de todos são bem diferentes, mesmo com três deles sendo contemporâneos. O comandante tricolor sempre foi de jogar com times ofensivos, geralmente no 4-2-3-1, e vai ter que lidar com sua veia de ataque e a pressão da torcida do Flu por conta da consistência defensiva que Diniz não tinha. Jesus tenta, com seu conceito europeu, comandar o Rubro-Negro às glórias. Já Luxa, na experiência, quer recuperar a grandeza de um Vasco em crise. E Barroca chama a atenção pela modernidade que vem dando certo em um limitado Botafogo. O fato é que o charme continua por aqui, agora com novos personagens.

DELEGADO SEM PODER...
Os atletas do Figueirense fizeram um protesto contra a diretoria e não entraram em campo no duelo com o Cuiabá, pela Série B do Brasileirão, por conta dos salários e direitos de imagem atrasados. O curioso é que o diretor de futebol do Figueira é o velho conhecido Antônio Lopes, que não soube conter a crise e foi engolido pelo processo. A idade pesa.

RODRIGO MAIA CONTRA O TEMPO
Botafoguense declarado e conselheiro do Alvinegro, o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, segue na busca pela aprovação de sociedades anônimas no futebol, ou seja, clubes poderiam ser geridos como empresas por investidores. A ideia de Maia é realizar isso em até dois meses. O time de General Severiano fica de olho por conta da possível entrada dos irmãos Moreira Salles.

APELO À TORCIDA
O Vasco completou 121 anos ontem. Clube com uma história fantástica, mas que vive em prantos pela sua crise financeira. O Vasco faz um apelo à torcida, que sempre ajudou, nesta quinta-feira, para a construção do novo CT. A esperança é que o evento no Campo Olímpico de Golfe, na Barra da Tijuca, possa dar um pontapé na arrecadação de R$ 5 milhões.

Comentários