Está faltando o dedo do técnico Rogério Ceni no Flamengo - Daniel Castelo Branco
Está faltando o dedo do técnico Rogério Ceni no FlamengoDaniel Castelo Branco
Por O Dia
O Flamengo conseguiu uma grande vitória (4 a 1) sobre o Santos, no Maracanã, com direito a show daqueles que nos acostumamos em 2019: Gabigol, Bruno Henrique, Gerson, Filipe Luís e companhia. Tudo bem que era o Santos reserva, mas era uma vitória necessária para continuar sonhando com o título brasileiro e também mostrar que o Flamengo vencedor ainda está vivo. Uma coisa, porém, ainda me deixa intrigado: está faltando o dedo do técnico. Não que Rogério Ceni não esteja trabalhando, mas o ponto é que ainda não consegui ver uma característica específica do comandante nesta equipe rubro-negra. Me parece que muitas coisas acontecem pela própria qualidade do time inteiro, que é inegável. Eles já se conhecem muito bem e têm um entrosamento elevado. Porém, nos momentos cruciais, o técnico vai ter que aparecer. Nas eliminações, vimos alguns erros de Ceni. Agora parece que ele tem aprendido, mas precisa fazer mais, principalmente quando se disputa com dois adversários de alto nível como o Atlético-MG e São Paulo, algoz do Rubro-Negro em 2020. Confio no Rogério e espero ver mais dele nos próximos jogos. O Flamengo precisa.


 
Publicidade
 
A GOTA D`ÁGUA NO POÇO DO VASCO
Publicidade
Germán Cano. Este nome tem sido o único ponto de alegria para a torcida do Vasco. Com 21 gols em 37 partidas, o argentino marcou mais de 50% dos gols do Gigante da Colina na temporada, que balançou as redes em 41 oportunidades em 2020. Não fosse ele, o desorganizado time de Ricardo Sá Pinto amargaria mais uma derrota. Cano é a gota d'água no poço que se encontra o Vasco. Se não fosse o camisa 14, o Cruzmaltino estaria no fundo. Mais do que já está.




FORÇA, NEY
Publicidade
Neymar vinha fazendo um começo de temporada do seu nível: altíssimo. Nos últimos anos, as lesões o perseguiram e ele não conseguia fazer um ano completo. A tempoarada 2020/2021 era a esperança de um momento diferente. Mas a entrada do compatriota Thiago Mendes, do Lyon, pelo Campeonato Francês, tirou as chances. Carrinho feio e que machucou o craque brasileiro. Ao menos o tempo de recuperação será de três semanas. Só nos resta desejar força!




O LANCE DA RODADA
Publicidade
Kevin protagonizou o lance da rodada no Brasileiro. Depois de pegar a bola na mão, projetar para bater a falta e recuar, o atacante Yuri Alberto, do Internacional, aproveitou para fazer o gol. Na regra, está muito claro que ele bateu a falta. Mas, na minha opinião, como o árbitro estava de costas, ele achou que não tinha batido, faz o toque e depois sai como se nada tivesse acontecido. Custou a derrota do Alvinegro. Mas o que me espantou foi que, na hora da decisão do juiz, nenhum dos mais experientes assumiram a liderança para contar. Honda, Kalou... Ninguém. Infelizmente o reflexo do lanterna.