Em Grande Fase
Coluna
Em Grande Fase
Com Edilson Silva

Era o mínimo

Por O Dia

O torcedor, que move o futebol, sofre com as mudanças da Conmebol
O torcedor, que move o futebol, sofre com as mudanças da Conmebol -
A bagunça chamada Conmebol já ia cometendo mais uma de suas trapalhadas, mas, por sorte, alguma luz divina iluminou a cabeça dos dirigentes da entidade, que resolveram, enfim, tirar a final de Santiago, no Chile, país em que o povo está fazendo severos protestos contra o governo. Inclusive já tinha até uma manifestação marcada para o dia da final da Libertadores. Agora o destino é Lima, no Peru. Estádio Monumental. A maior preocupação era com quem já havia comprado ingressos e passagens para o jogo no Chile, mas a Conmebol tem feito esforços e entrado em contato com hotéis e empresas aéreas para que tudo seja resolvido da melhor forma. Inclusive devolverá o dinheiro dos ingressos e, quem já havia comprado, terá 72 horas para garantir sua entrada para a partida do dia 23 de novembro. Final única já é um desastre por si só, principalmente para o torcedor que tem menos condições e não vai realizar o sonho de poder ver seu time campeão da América. Mas se essa é a decisão, pelo menos que seja um evento organizado e sem prejuízo para quem move verdadeiramente o futebol: o torcedor.

A DOR DO MITO

Dedé pensa em se aposentar do futebol. Desde que saiu do Vasco, convive com lesões sérias e um sofrimento diário com dores no joelho que o impossibilitam até de brincar normalmente com sua família. O mito é de Volta Redonda, minha cidade, um grande cara. Fora o Cruzeiro, fez história no Vasco. É uma pena, mas torço para que se recupere como jogador e pessoa. Não é fácil imaginar uma carreira tão bonita sendo interrompida de forma precoce.

A FALTA QUE A FALTA FAZ

Canso de elogiar o Flamengo por aqui. E não tem motivo para não. Mas se eu pudesse apontar uma coisa que falta nessa equipe, com certeza é um batedor de faltas. O time não faz um gol de bola parada direta desde 2018, com Diego, que não é mais titular e nem deve voltar a ser. Um fundamento tão importante no futebol tem que ser levado a sério em um time vencedor. Jogador qualificado tem de sobra. Agora é treinar.

O PRIMEIRO QUE DEU CERTO

O Bragantino Red Bull estará na Série A em 2020. Falamos tanto de clube-empresa que esquecemos que já havia um - e muito bem gerido - no país. Inclusive a equipe mudará de nome, escudo e uniforme para o ano que vem. Além disso, cerca de R$ 200 milhões serão investidos. É para abrir o olho e já enxergar como modelo. A Red Bull tem times de sucesso espalhados pelo mundo inteiro. Esse está caminhando para ser mais um.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários