Em Grande Fase
Coluna
Em Grande Fase
Com Edilson Silva

Era o mínimo

Por O Dia

O torcedor, que move o futebol, sofre com as mudanças da Conmebol
O torcedor, que move o futebol, sofre com as mudanças da Conmebol -
A bagunça chamada Conmebol já ia cometendo mais uma de suas trapalhadas, mas, por sorte, alguma luz divina iluminou a cabeça dos dirigentes da entidade, que resolveram, enfim, tirar a final de Santiago, no Chile, país em que o povo está fazendo severos protestos contra o governo. Inclusive já tinha até uma manifestação marcada para o dia da final da Libertadores. Agora o destino é Lima, no Peru. Estádio Monumental. A maior preocupação era com quem já havia comprado ingressos e passagens para o jogo no Chile, mas a Conmebol tem feito esforços e entrado em contato com hotéis e empresas aéreas para que tudo seja resolvido da melhor forma. Inclusive devolverá o dinheiro dos ingressos e, quem já havia comprado, terá 72 horas para garantir sua entrada para a partida do dia 23 de novembro. Final única já é um desastre por si só, principalmente para o torcedor que tem menos condições e não vai realizar o sonho de poder ver seu time campeão da América. Mas se essa é a decisão, pelo menos que seja um evento organizado e sem prejuízo para quem move verdadeiramente o futebol: o torcedor.

A DOR DO MITO

Dedé pensa em se aposentar do futebol. Desde que saiu do Vasco, convive com lesões sérias e um sofrimento diário com dores no joelho que o impossibilitam até de brincar normalmente com sua família. O mito é de Volta Redonda, minha cidade, um grande cara. Fora o Cruzeiro, fez história no Vasco. É uma pena, mas torço para que se recupere como jogador e pessoa. Não é fácil imaginar uma carreira tão bonita sendo interrompida de forma precoce.

A FALTA QUE A FALTA FAZ

Canso de elogiar o Flamengo por aqui. E não tem motivo para não. Mas se eu pudesse apontar uma coisa que falta nessa equipe, com certeza é um batedor de faltas. O time não faz um gol de bola parada direta desde 2018, com Diego, que não é mais titular e nem deve voltar a ser. Um fundamento tão importante no futebol tem que ser levado a sério em um time vencedor. Jogador qualificado tem de sobra. Agora é treinar.

O PRIMEIRO QUE DEU CERTO

O Bragantino Red Bull estará na Série A em 2020. Falamos tanto de clube-empresa que esquecemos que já havia um - e muito bem gerido - no país. Inclusive a equipe mudará de nome, escudo e uniforme para o ano que vem. Além disso, cerca de R$ 200 milhões serão investidos. É para abrir o olho e já enxergar como modelo. A Red Bull tem times de sucesso espalhados pelo mundo inteiro. Esse está caminhando para ser mais um.

Comentários