Em Grande Fase
Coluna
Em Grande Fase
Com Edilson Silva

Jesus: renovação parada

Por O Dia

Confinado em sua residência, futuro de Jesus no Flamengo é uma incógnita
Confinado em sua residência, futuro de Jesus no Flamengo é uma incógnita -
O que já era devagar está quase parando com o coronavírus. Flamengo e Jorge Jesus estão distantes de uma renovação. Seus agentes não podem vir ao Brasil, com o fechamento de aeroportos e fronteiras na Europa. Não só isso: o mercado, imprevisível, tem o Euro ultrapassando os R$ 5,50. O que o Flamengo oferece está longe do que o treinador imagina ganhar. E, com o contrato acabando em maio e a temporada sem previsão de retomada, a volta de Jorge Jesus para Portugal não é algo difícil de acontecer. O seu carinho pelo Flamengo é inegável. Amor mesmo. Porém, a distância da família pesa. Como já disse, antes o time da Gávea tinha que correr e demonstrar total vontade, agora terá de transparecer que tem bala na agulha para segurar o vencedor comandante. Se ele vai querer ficar ou não, só tentando.


SIGAM O EXEMPLO DE CANO

O argentino Germán Cano foi uma das duas contratações do Vasco para 2020. Onze jogos e cinco gols, que garantiram classificações nas Copas do Brasil e Sul-Americana. Mais de R$ 4 milhões nos combalidos cofres vascaínos. E, na quarentena, o que o jogador de 32 anos fez? Treinou. Nos bastidores do clube, dizem que ele é um fominha e não consegue ficar parado nem em casa. Que o grupo siga o exemplo para que o Vasco retorne e mude totalmente os ares em campo.


PALAVRA DE QUEM ENTENDE

Marcos Teixeira, diretor médico do Vasco, deu esclarecedora entrevista no 'Os Donos Da Bola': disse que a paralisação foi essencial e que os atletas, apesar de acompanhamento diário, estão vulneráveis ao coronavírus como qualquer um. Na visão dele, o futebol só deve voltar ao normal entre 45 e 60 dias. No mínimo.

EXEMPLO

O argentino Germán Cano foi uma das duas contratações do Vasco para 2020. Onze jogos e cinco gols, que garantiram classificações nas Copas do Brasil e Sul-Americana. Mais de R$ 4 milhões nos combalidos cofres vascaínos. E, na quarentena, o que o jogador de 32 anos fez? Treinou. Nos bastidores do clube, dizem que ele é um fominha e não consegue ficar parado nem em casa. Que o grupo siga o exemplo para que o Vasco retorne e mude totalmente os ares em campo.

Comentários