Em Grande Fase
Coluna
Em Grande Fase
Com Edilson Silva

Após vistoria da Vigilância Sanitária, o Flamengo mostra que estava certo

Por O Dia

Gabigol treinando: Fla foi o pioneiro na ideia de voltar a jogar
Gabigol treinando: Fla foi o pioneiro na ideia de voltar a jogar -

A Vigilância Sanitária do Rio "bateu" na porta de Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco para vistoriar e ver se os clubes estavam seguindo as recomendações e protocolos dos órgãos de saúde. Só o Rubro-Negro, pioneiro na ideia de voltar a jogar, estava dentro das normas exigidas. É óbvio que a discussão sobre a volta precoce ou não do futebol, no meio de uma pandemia, é válida. Mas alguém tem dúvida de que, no que diz respeito à segurança dos seus funcionários e atletas, as medidas do Flamengo surtiram mais efeito do que as dos outros clubes? O time da Gávea foi o primeiro a não apresentar jogadores com covid-19 após a volta aos treinos. Foi o cabeça do protocolo "Jogo Seguro" e tem conseguido passos importantes nos assuntos particulares. Pode até se contestar o papel do clube. Mas, em prol de si próprio, o Flamengo tem dado aula.

 

O patrocinador máster do Vasco

Mesmo com a crise por conta da covid-19, a torcida do Vasco promoveu mais de 90 mil renovações do programa de sócios-torcedores. O resultado vai aparecer nos próximos seis meses nos cofres do clube. O Gigante da Colina vai ganhar cerca de R$ 3,2 milhões ao mês só com a grana do programa. O semestre totalizará R$ 19,2 milhões. Tem melhor patrocinador máster do que os vascaínos e vascaínas?

 

Mudanças nas janelas

A CBF e os clubes brasileiros vêm conversando há um tempo sobre a janela de transferências do meio do ano, principalmente no meio desta crise. Faltam recursos e, assim, será difícil uma grande movimentação. Isso é fato. Então a entidade e os times pensaram em abrir uma janela no fim de julho e outra entre setembro e outubro, na esperança de uma melhora na questão financeira de todo o mundo. Grande fase!

 

Fluminense e Botafogo alinhados

A relação de parceria que se mostrava mais efetiva no Rio era a de Flamengo e Fluminense, principalmente na administração do Maracanã. Mas a pandemia foi um agente de mudança. Além da discordância sobre a volta do futebol, o Flu, mesmo tendo direito, quer jogar no Nilton Santos em respeito ao hospital de campanha no Maraca. O Botafogo, que pensa da mesma forma, abriu as portas. Novos tempos...

 

Comentários