Fla divulga nota oficial para esclarecer cobrança de dívidas do Banco Central

Débito já passou dos R$ 85 milhões

Por victor.abreu

Rio - A diretoria do Flamengo publicou uma nota oficial no site do clube, com o intuito de esclarecer algumas notícias que circulam na Imprensa sobre a cobrança de dívidas com o Banco Central (BACEN). A penalidade ocorreu no ano 2000, em virtude da má administração do débito, e já passou dos R$ 85 milhões. 

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

Bandeira de Mello já admitiu que os salários estão atrasados no FlamengoCarlos Moraes / Agência O Dia

Confira o comunicado na íntegra:

"Em relação às notícias sobre a cobrança de dívida do clube junto ao Banco Central do Brasil (BACEN), o Clube de Regatas do Flamengo esclarece que efetivamente houve uma execução fiscal do BACEN, referente às supostas operações de câmbio realizadas durante a década de 90 (transferências de jogadores para / do exterior), sendo:

- 1990: R$ 407.539,30*
- 1991 e 1992: R$ 152.827,24*
- 1993 e 1994: R$ 1.375.445,21*
- 1995 a 1998: R$ 31.431.468,74*

Valor total original: R$ 33.367.280,49

Valor total corrigido: R$ 85.080.684,01

A penalidade aplicada é proveniente de uma autuação administrativa realizada no ano 2000, cujo encerramento se deu apenas em última instância no ano de 2009.

Decorridos 5 anos desde a decisão final administrativa (2009), o clube foi agora intimado a pagar o valor corrigido de R$ 85 milhões.

O Flamengo, através de seu departamento jurídico, está recorrendo de todas as formas e em todas as instâncias judiciais para excluir, com a maior brevidade possível, o Clube do CADIN (Cadastro Informativo de créditos não quitados do setor público federal). De qualquer maneira, esta situação não afeta as Certidões Negativas de Débito, que permanecem em dia.

Mais uma vez o Conselho Diretor reafirma sua luta incessante para que casos como este não comprometam as políticas de responsabilidade fiscal e financeira do Clube de Regatas do Flamengo.

*valor com base na primeira intimação recebida quando da decisão em 2ª instância administrativa"

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia