Flamengo recebe o Grêmio e mira a sena no Brasileiro

Com cinco vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro, Rubro-Negro vai entrar em campo no embalo da torcida

Por fabio.klotz

Rio - Vanderlei Luxemburgo não inventou o avião, mas fez o time do Flamengo decolar. E a torcida embarcou no plano de voo do treinador. Para neste sábado, contra o Grêmio, às 18h30, os 49.568 ingressos destinados aos donos da casa estão esgotados. A nave rubro-negra, no entanto, sofreu graves avarias. A maior delas, a lesão no joelho direito de Paulinho que o tira desta temporada. O treinador, com peças de reposição escassas, terá de dar uma de inventor para se manter por cima.

Vanderlei aponta o caminho para o Flamengo continuar embalado no BrasileiroMárcio Mercante

“Vou ter de virar Santos Dumont (risos)”, disse Vanderlei, que vai procurar uma solução caseira: “Não adianta pensar em contratar. A janela já fechou. Na Série B, de quem está para cair vou trazer quem? E quem está na briga para subir não vai liberar. Tem de pegar essa molecada, ir ao departamento amador”, emendou o técnico, que não revelou a escalação para este sábado, mas citou Gabriel, Arthur, Nixon e Igor Sartori como alternativas disponíveis para o ataque.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

A torcida compra a passagem sem saber onde aterrissará. As vitórias amenizaram a turbulência, embora Vanderlei ainda não se considere voando em céu de brigadeiro. Com o G-4 no radar, mas sujeito a solavancos, o Flamengo tem na força da Nação o combustível para não cair e nem precisar fazer pouso forçado em terreno acidentado. Em contrapartida, o desempenho do time dá segurança aos rubro-negros.

“A torcida abraçou o nosso projeto, está junto. Aí, a gente conquista uma vitória daquelas na Bahia, depois consegue tirar uma vantagem que parecia impossível, vem a disputa de pênalti... Isso tudo mexe com a torcida. É importante que compareça, e é legal ver o Maracanã cheio. Temos que jogar uma decisão”, afirmou Vanderlei.

Paulinho sofreu uma lesão no ligamento cruzado do joelho direito, deve ser operado quinta-feira e não joga mais este ano. Segundo o médico José Luiz Runco, o objetivo é tentar recuperá-lo até janeiro. Já Luiz Antonio foi diagnosticado com uma luxação no ombro direito. Em princípio, ele fará apenas reforço muscular. Um exame, neste sábado, com o médico Michael Simoni, será fundamental sobre a necessidade de uma cirurgia.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia