Diego Alves: multa do Flamengo vai ficar para depois

Afastado, goleiro vai perder parte dos vencimentos de novembro

Por

Diego Alves
Diego Alves -

Rio - Após se recusar a ficar no banco no confronto com o Paraná (vitória por 4 a 0), no mês passado, em Curitiba, o goleiro Diego Alves foi apenas advertido verbalmente pela diretoria e, de acordo com o site 'Globoesporte.com', recebeu seu salário referente ao mês de outubro de forma integral. Uma discussão com o técnico Dorival Júnior poucos dias depois, porém, renderá uma multa ao jogador, mas o valor só será descontado no mês que vem.

A discussão com o treinador e alguns superiores, como o diretor-executivo Carlos Noval, teria acontecido no dia 31 de outubro diante de todo o elenco. O motivo seria a versão contada por Diego Alves sobre sua recusa de ficar na reserva de César. Ele afirmou ter sido liberado por Dorival, que desmentiu a versão, o que gerou um grande bate-boca. Desta vez, a atitude do goleiro foi considerada grave.

Diego Alves não entra em campo desde o dia 26 de setembro, na derrota por 2 a 1 para o Corinthians, em São Paulo, que custou a eliminação na Copa do Brasil. No dia 30 de outubro, o camisa 1 sofreu uma entorse no joelho direito, iniciou o processo de recuperação, e treina em separado do elenco desde então. Com contrato até o fim do ano que vem, sua permanência para a próxima temporada é considerada difícil.

 

Comentários